Hotelaria do Rio tem prejuízo estimado de R$ 160 milhões em maio

|

Unsplash
Apenas 12,5% dos empreendimentos no Rio de Janeiro pretendem reabrir as portas ainda no mês de maio
Apenas 12,5% dos empreendimentos no Rio de Janeiro pretendem reabrir as portas ainda no mês de maio
Uma pesquisa do Hotéis Rio realizada na última semana de abril com profissionais de Recursos Humanos dos empreendimentos hoteleiros do município do Rio de Janeiro aponta que cerca de 90 estabelecimentos de hospedagem (hotéis e albergues) estão com operações temporariamente suspensas na capital, totalizando redução na oferta de 6,1 mil quartos.

Ao mapear uma previsão de retomada do setor de hospedagem, o estudo aponta que apenas 12,5% dos empreendimentos apurados pretendem reabrir as portas ainda no mês de maio, enquanto 75% têm previsão de reabertura a partir de junho. Cerca de 12,5% não trabalha com previsão de data.

Até o momento, o índice de demissões no setor está em 24,1%. As áreas mais atingidas pelas demissões são os setores de governança (33,07%), alimentos & bebidas (30,7%) e recepção (13,6%).

Ainda de acordo com o levantamento, para o mês de maio, o prejuízo estimado na hotelaria devido à pandemia provocada pelo novo coronavírus será superior a R$ 160 milhões. Atualmente, a hotelaria conta com menos de 5% dos quartos ocupados.
 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA