Hotel Nacional ganha exposição permanente de Oscar Niemeyer

|


Divulgação
O Hotel Nacional completa 50 anos de inauguração
O Hotel Nacional completa 50 anos de inauguração
Completando 50 anos desde sua inauguração neste 2 de fevereiro, o Hotel Nacional, na região de São Conrado, no Rio de Janeiro, vai iniciar uma exposição permanente com várias peças que vieram do Instituto Niemeyer, homenageando assim o arquiteto Oscar Niemeyer, que projetou o edifício onde fica o hotel. A exposição começa dia 4 de fevereiro.

Para viabilizar a exposição, o Grupo WAM, atual administrador do empreendimento, investiu cerca de R$ 600 mil na compra de dez itens. A exposição, que será permanente, ficará localizada no saguão e vai ser complementada com elementos da coleção cedidos por tempo indeterminado pelo instituto.

A novidade foi produzida pela empresa Kult Kast, com a curadoria dos arquitetos Alexandre Ribeiro e Ricardo Niemeyer, presidente do Instituto Niemeyer. Entre todo o material, destacam-se 20 planos expositórios de iconografia e textos, assim como dez totens originais. A ideia é traçar uma retrospectiva dos conceitos e dos principais projetos desenvolvidos por Niemeyer em toda a sua carreira.

O prédio, tombado em 1998 como patrimônio histórico e cultural da humanidade e símbolo da arquitetura brasileira, é rico em obras de artes, tais como o candelabro de Pedro Corrêa de Araújo e o painel de Carybé, instalado no lobby e composto por 300 peças de concreto armado, que foram restaurados. O Nacional também tem entre seus ativos a famosa escultura “A Sereia”, de Alfredo Ceschiatti, que emoldura a piscina situada de frente para o mar que dá nome ao restaurante e ao pool bar.
 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA