Grupo Iberostar cria projeto de inteligência de dados

|

Fruto de uma recente parceria firmada com a Minsait, uma empresa do grupo Indra especializada em recursos tecnológicos e consultoria, a Iberostar lançou o plano DATO (Data Analytics & Transformation Office). O projeto consiste em uma estrutura projetada para centralizar e gerenciar todas as informações de cada unidade de negócio da empresa, aproveitando ao máximo o potencial dos dados da companhia, trazendo resultados como a melhora da experiência do cliente e a gestão mais eficaz de receita.

Reprodução/US Army
Projeto tecnológico tem passos essenciais em estratégia de negócios, comunicação, canais de vendas e no contato com o cliente
Projeto tecnológico tem passos essenciais em estratégia de negócios, comunicação, canais de vendas e no contato com o cliente
"O mundo está mudando num ritmo de ruptura e sabemos que, nesse ambiente competitivo, a incerteza é um companheiro de viagem. Por isso, queríamos embarcar nesse caminho de transformação digital com os melhores parceiros", diz o diretor Comercial e Digital Officer do grupo Iberostar, Javier Delgado Muerza.

Além disso, a nova unidade de dados está melhorando a eficiência da própria companhia, gerenciando mais de cem solicitações por semana e trazendo mais satisfação aos colaboradores.

O trabalho feito para alcançar tais objetivos tem contornos inéditos para o grupo hoteleiro. O esforço está focado em desenvolver uma cultura organizacional orientada pela governança de dados. Nesse sentido foi criado um conselho conjunto para o desenvolvimento do projeto e a integração de processos, resultando em um ecossistema aberto em que diferentes colaboradores podem contribuir com novos cases de negócios.

O projeto se enquadra no que a companhia chama de "quatro passos essenciais" para companhias sobreviverem com sucesso ao caos gerado pela pandemia. Os passos integrantes desse projeto são:

- Foco na estratégia de negócios: repensar o próprio modelo de negócio e a proposta de valor a que se propõe a cumprir. A hora também é de tirar projetos da gaveta e fazer testes com consumidores, usando metodologia ágil

- Comunicação: Fortalecer o posicionamento de marca, construir ofertas personalizadas, trazer flexibilidade nas ofertas e incentivar compras com descontos

- Canais: adaptar canais para novos padrões de usabilidade, otimizar a presença em sites de busca, reduzir custos de distribuição

- Clientes: Trazer estratégias centralizadas no consumidor, com análise e conhecimento a respeito de quem compra, comunicação e experiência personalizadas, constante avaliação e feedback para aprimorar a relação com clientes.

"O momento é de ter empatia, cuidar para aumentar a visibilidade e estar preparado para rápidas mudanças são conceitos essenciais para ter em mente durante esse período", afirma o head de Indústria e Consumo da Minsait no Brasil, Marcelo Bernardino.
 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA