DESTINOS

Parada LGBT de Belo Horizonte reúne 200 mil pessoas


Divulgação PBH/ Adão de Souza
Prefeito de Belo Horizonte, Alexandre Kalil, marcou presença
Prefeito de Belo Horizonte, Alexandre Kalil, marcou presença
A 22ª edição da Parada do Orgulho LGBT de Belo Horizonte reuniu no último domingo (14) cerca de 200 mil pessoas, segundo a prefeitura da capital. Com o tema “Não aos retrocessos, revivendo Stonewall”, o evento iniciou na Praça da Estação e foi até a Praça Raul Soares.

“Quem não tem a sensibilidade de estar governando para todo mundo e para quem precisa – e todos precisam – é porque está na contramão do que está acontecendo em nosso País”, afirmou o prefeito Alexandre Kalil, que esteve no palco principal com a primeira-dama Ana Laender.

Para a secretária municipal de Assistência Social, Segurança Alimentar e Cidadania, Maíra Colares, a Parada LGBT traz a oportunidade de debater questões relevantes. “Este é um momento importante para trazermos à tona uma discussão sobre respeito e inclusão. A Prefeitura reconhece a importância da pauta para a cidade”, explicou. “Criamos a Diretoria de Políticas para a População LGBT e, pela primeira vez, fizemos um Centro de Referência LGBT na área central da cidade, com as portas abertas para a população.”

CRESCIMENTO
Antes da parada de 2017, o recorde era de 30 mil participantes. No mesmo ano, o público saltou para 80 mil pessoas. Já em 2018, 150 mil pessoas foram ao evento. Segundo dados da Belotur, o gasto médio no ano passado foi de R$ 46,90 por participante, o que resultou numa movimentação financeira estimada em R$ 7 milhões durante a parada.
 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA