Anvisa suspende operações do navio Costa Diadema

|


PANROTAS / Emerson Souza
Costa Diadema
Costa Diadema
A Anvisa acaba de informar, em seu site, que interrompeu, no início da tarde desta quinta-feira (30/12), as atividades da embarcação Costa Diadema, da Costa Cruzeiros, que ficou atracada no Porto de Salvador. "A medida foi adotada após a investigação epidemiológica conduzida pela agência e por técnicos das Secretarias de Saúde do Estado da Bahia e do Município de Salvador, que concluiu pela declaração de transmissão comunitária de covid-19, nível 4, a bordo da embarcação, nos termos da Portaria do Ministério da Saúde GM/MS 2.928, de 2021", explica a Anvisa.

Segundo a agência, a medida está de acordo com as disposições da Resolução da Diretoria Colegiada (RDC) 574/2021 da Anvisa.
Até que o desembarque completo dos viajantes ocorra no destino final em Santos, todos os embarcados devem reforçar a atenção quanto aos protocolos de redução do risco de transmissão do Sars-CoV-2. A viagem iria até o dia 3/1.

Foi solicitada à autoridade local de saúde a permissão para desembarque dos passageiros que testaram positivo para covid-19, que ficarão em isolamento em hotéis já disponibilizados pela operadora do cruzeiro. Moradores da cidade de Salvador também foram autorizados a desembarcar.

SEM SINTOMAS
De acordo com os relatórios da embarcação, dentre os passageiros que testaram positivo para covid-19 a grande maioria é assintomática, com apenas algumas pessoas com sintomas leves, já que todos a bordo estão vacinados. 56 tripulantes positivos e os passageiros do Nordeste desembarcaram em Salvador. Somente 12 passageiros positivos seguem a bordo do Diadema, que deve chegar a Santos dia 2/1.

Ontem, o CDC americano recomendou que passageiros, mesmo vacinados, evitem os cruzeiros, devido ao crescimento da ômicron, mas não houve proibição.

Até chegar a Santos, todas as atividades não essenciais no Costa Diadema devem ser interrompidas e que devem ser cumpridos os protocolos sanitários de segurança no interior da embarcação, até seu destino final em Santos.

"A autorização para que o navio fosse redirecionado para o Porto de Santos ocorreu após avaliação das condições sanitárias da embarcação e levando em consideração o bem-estar dos viajantes, a fim de conduzi-los em condições de segurança sanitária ao seu destino final de desembarque (Santos)", explica a Avisa.

Todos os passageiros devem ser testados para o desembarque em Santos, dentre outras medidas sanitárias determinadas aos responsáveis pela embarcação para que pudesse ocorrer o deslocamento. Após o desembarque dos passageiros, o monitoramento de todos os viajantes deve ser realizado pelos Centros de Informações Estratégicas em Saúde (Cievs) das localidades de destino.

Diante do ocorrido, até que se tenha uma melhor avaliação do cenário epidemiológico e dos protocolos sanitários, novas operações dessa embarcação não serão autorizadas pela Anvisa, ficando impedida a sua saída do Porto de Santos/SP até nova manifestação da Agência.

MSC SPLENDIDA
Ainda segundo a Anvisa, o navio MSC Splendida permanece atracado no Porto de Santos (SP), após o relato da ocorrência de testes positivos de covid-19 a bordo.

A investigação epidemiológica, que determinará o nível do cenário epidemiológico da embarcação, nos termos da Portaria GM/MS 2.928/2021 do Ministério da Saúde, segue em condução pelas autoridades locais de saúde, não estando autorizados novos desembarques ou embarques até a sua conclusão.

A Anvisa continua a realizar a supervisão sanitária das embarcações Costa Diadema e MSC Splendida e está adotando todas as medidas de controle necessárias, com intensificação das ações de investigação epidemiológica e sanitária para controlar a transmissão do Sars-CoV-2 a bordo das embarcações e a disseminação da doença.

Por fim, a agência destaca a responsabilidade das companhias de cruzeiros, por força da legislação sanitária, civil e normas do direito do consumidor, bem como em função do compromisso assumido pelas empresas em planos de contingência apresentados à Anvisa, em prestar assistência aos cruzeiristas e estabelecer um fluxo de comunicação rápido, claro e transparente com os viajantes.

PROTOCOLOS
O Portal PANROTAS apurou que as autoridades do setor já estudam aumento dos protocolos para que a temporada siga normalmente em seus quase três meses faltantes. Os protocolos a bordo estão sendo seguidos, com passageiros positivados isolados e tratados, segundo nossas fontes. Há relatos contrários na imprensa, mas também outros que reafirmam a exigência dos protocolos.

NOTA OFICIAL COSTA
"A Costa Crociere informa que o navio Costa Diadema está atracado no porto de Salvador, onde estão sendo concluídos os desembarques dos hóspedes residentes na região e das pessoas que testaram positivo a bordo em cooperação com a autoridade sanitária local Anvisa.

O Costa Diadema deve seguir para Santos nas próximas horas assim que for concedida a permissão para partir. Atualizações serão fornecidas assim que disponibilizadas por todas as partes envolvidas. A segurança, a saúde e o bem-estar dos hóspedes, tripulantes e das comunidades no destino são prioridades máximas para a Costa Crociere".


?Segundo informações obtidas pelo Portal PANROTAS, o navio já deixou o porto de Salvador, em direção a Santos.

 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA