Disney fecha ano fiscal com alta de 40% em lucro líquido | Destinos | PANROTAS
DESTINOS

Disney fecha ano fiscal com alta de 40% em lucro líquido

Divulgação/ Walt Disney World
Walt Disney Company lucra US$ 12,59 bilhões em ano fiscal 2018
Walt Disney Company lucra US$ 12,59 bilhões em ano fiscal 2018
A Walt Disney Company revelou nesta semana os resultados de seu ano fiscal de 2018, encerrado em 30 de setembro deste ano.

O lucro total do grupo no período de 12 meses foi de US$ 12,59 bilhões, um salto de 40% contra os US$ 8,98 bilhões registrados no ano fiscal de 2017 - ou uma ampliação de US$ 3,61 bilhões.

O número é mais relevante quando se considera que no ano passado o grupo havia sofrido uma queda de 4% no lucro, em parte por causa dos prejuízos causados pelos furacões Irma e Matthew - o Walt Disney World Resort ficou fechado por dois dias, e três viagens de cruzeiros foram canceladas (relembre aqui).

O lucro líquido do último trimestre do ano fiscal (julho a setembro) foi de US$ 2,32 bilhões, alta de 33% contra os US$ 1,7 bilhões na comparação ano a ano.

Já a receita da Walt Disney Company ficou em US$ 59,4 bilhões no ano, alta de 8% contra os US$ 55,1 bilhões do ano passado; no trimestre, foram US$ 14,3 bilhões, aumento de 12% na mesma comparação ano a ano - no período julho a setembro de 2017, foram US$ 12,7 bilhões.

PARQUES E RESORTS: ALTA DE RECEITA E LUCRO

Divulgação/Walt Disney World Resorts
Walt Disney World Resorts,Hollywood Studios,Disney's Hollywood Studios,Toy Story,Toy Story Land
Walt Disney World Resorts,Hollywood Studios,Disney's Hollywood Studios,Toy Story,Toy Story Land

Os bons números do grupo no ano devem-se em grande parte à melhora nos resultados em dois segmentos: Parques e Resorts, e Studio Entertainment (este referente aos filmes da Disney).

No último trimestre (julho-setembro), a receita no segmento foi de US$ 5,07 bilhões, incremento de 9% ano a ano, enquanto o lucro operacional subiu 11%, ou US$ 829 milhões.

Já contando todo o ano fiscal, a receita de parques e resorts foi de US$ 20,29 bilhões, aumento de 10% contra o ano fiscal de 2017; o lucro operacional subiu mais ainda: foi de US$ 4,46 bilhões, alta de 18% contra os US$ 3,77 bilhões na mesma comparação. Ou seja, do aumento total do lucro do grupo, cerca de US$ 700 milhões vieram dos parques e resorts.

MAIOR INVESTIMENTO NOS PARQUES

Os resultados foram alcançados diante de uma ampliação do investimento em parques e resorts da Disney. De acordo com o relatório do grupo, foram investidos um total de US$ 3,88 bilhões nos parques do grupo neste ano fiscal. O número representa um aumento de US$ 692 milhões em comparação aos US$ 3,19 bilhões investidos no ano fiscal de 2017.

Apenas nos parques dos Estados Unidos foram investidos US$ 3,21 bilhões, uma ampliação de quase US$ 1 bilhão se comparar com os US$ 2,37 bilhões do ano fiscal passado - boa parte deve ter sido direcionada ao Toy Story Land, nova área do Disney Hollywood Studios, em Orlando, e maior abertura entre os parques do grupo no ano.

Já para os parques internacionais foram direcionados US$ 671 milhões, pouco menos que os US$ 816 milhões do ano fiscal de 2017.

FILMES ALAVANCAM CRESCIMENTO

Wikipédia
Pantera Negra foi uma das maiores bilheterias do ano, e ajudou no resultado da Disney
Pantera Negra foi uma das maiores bilheterias do ano, e ajudou no resultado da Disney

O Studio Entertainment quase triplicou seu lucro operacional no último trimestre do ano fiscal de 2018. O setor fechou o período com US$ 596 milhões, um aumento impressionante de 173% contra os US$ 218 milhões na comparação com o mesmo trimestre de 2017 - ou ampliação de US$ 378 milhões.

O lucro no ano com o segmento foi de US$ 2,98 bilhões, alta de 27%, e US$ 625 milhões a mais que os US$ 2,35 bilhões do último ano fiscal.

"O aumento na Studio Entertainment deveu-se ao desempenho excepcional de nossos lançamentos, liderados por Pantera Negra, Star Wars: O Último Jedi, Vingadores: Guerra Infinita, Incríveis 2, Homem Formiga e a Vespa", revelou a Disney em comunicado.
 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA