Riotur divulga edital do Réveillon Rio 2021, sem presença de público

|

Pensando no novo formato para o Réveillon Rio 2021, a Prefeitura do Rio, por meio da Riotur, publicou a Convocação do Caderno de Encargos e Contrapartidas para o evento. Os interessados poderão obter o documento e seus anexos na sede da empresa de Turismo, na Barra da Tijuca ou através do e-mail selecaopublica.riotur@gmail.com. As empresas interessadas em apresentar proposta deverão comunicar até as 17h do dia 22 de outubro também no mesmo e-mail. Depois, as propostas serão apresentadas unicamente no dia 27 de outubro.
Gabriel Monteiro/Secom
A empresa organizadora eleita apta para realizar o evento será encarregada de toda a sua organização, desde o desenvolvimento do projeto, passando pela infraestrutura até a pós-produção
A empresa organizadora eleita apta para realizar o evento será encarregada de toda a sua organização, desde o desenvolvimento do projeto, passando pela infraestrutura até a pós-produção
A ideia da Riotur é que os principais pontos turísticos da cidade do Rio de Janeiro tenham atrações musicais, de grandes artistas da cena nacional e internacional, e acendimento de luzes a laser de efeitos visuais. Portanto, o evento da virada de 2020 para 2021 não terá presença de público, como tradicionalmente acontece, e será transmitido ao vivo pela internet no canal oficial da Empresa de Turismo no Município no Youtube, com intérpretes de libras em todas as apresentações. Está prevista, ainda, a possibilidade de transmissão também pela TV aberta ou fechada.

A empresa organizadora eleita apta para realizar o evento será encarregada de toda a sua organização, desde o desenvolvimento do projeto, que será julgado dentre outros itens pelo seu ineditismo e criatividade, passando pela infraestrutura até a pós-produção do evento da virada. Além disso, a empresa ficará responsável por viabilizar financeiramente o projeto. Sendo assim, a empresa organizadora deverá obter patrocínio, sendo no máximo uma marca assinando como “apresentado por” e até oito marcas assinando como “patrocínio”.

“O Réveillon Rio 2021 terá um novo modelo, devido ao cenário que o mundo se encontra com a pandemia da covid-19, e o formato será diferente do que já tivemos na cidade. Teremos um réveillon da responsabilidade social e não incentivaremos as pessoas a irem às ruas. Além disso, a iniciativa privada terá uma oportunidade única para criar um réveillon que seja marcante, traduzindo o sentimento de esperança e desejo de que tenhamos um ano melhor. A ideia é que este novo réveillon seja de renovação e reflexão e tenha um ato de respeito e uma homenagem às vítimas e aos profissionais que estão na linha de frente de combate à pandemia. Agora, com o Caderno de Encargos e Contrapartidas já publicado, aguardamos as propostas das empresas que queiram fazer parte dessa virada de ano especial com projetos criativos e que estejam em harmonia com a realidade atual”, afirmou o presidente da Riotur, Fabrício Villa Flor de Carvalho.

Todos os itens contidos no Caderno de Encargos e Contrapartidas são uma orientação mínima com exigências básicas para as empresas apresentarem os seus projetos e propostas, sendo permitida a apresentação de uma formatação diferente, com estruturas diferenciadas e alternativas, desde que, condizentes com as Regras de Ouro do Plano de Retomada da Cidade do Rio de Janeiro, de modo a possibilitar a realização do Réveillon Rio 2021.
 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA