Atrativos do Espírito Santo reabrem com protocolos; veja horários

|

Divulgação
Igreja do Rosário, na Prainha, Espírito Santo
Igreja do Rosário, na Prainha, Espírito Santo
Convento da Penha, Farol Santa Luzia, Ruínas de Queimados, Igreja do Rosário, Galpão das Paneleiras e o Espaço da Baleia Jubarte, importantes pontos turísticos capixabas, reabrem para visitação com protocolos específicos e horários diferenciados. A reabertura e toda organização necessária para manter a segurança de funcionários e visitantes foram determinadas pelas administrações municipais.

A partir de hoje (1), o ponto turístico mais visitado no Espírito Santo, o Convento da Penha, em Vila Velha, retoma em dois horários as missas presenciais no campinho do convento. As celebrações ocorrerão de segunda a sexta, às 7h, e aos sábados e domingos, às 9h. A área do convento está liberada para visitação das 6h às 16h. Apesar do retorno das missas presenciais, o Convento mantém as missas on-line pelas redes sociais.

Ainda em Vila Velha, foram reabertos o Farol Santa Luzia e a Igreja do Rosário. O Farol Santa Luzia, na Praia da Costa, funciona de terça a domingo, das 9h às 16h30. Já a Igreja do Rosário, na Prainha, permanece aberta de segunda a sexta, das 9h às 17h.

VITÓRIA

Em Vitória, o Galpão das Paneleiras de Goiabeiras, onde são fabricadas as panelas de barro, uma das maiores expressões da cultura popular de Vitória e do Espírito Santo, está aberta para visitação e comercialização dos produtos, segunda a sexta-feira, das 10h às 17h.

Também na Capital, os parques municipais reabriram para lazer e prática de exercícios, das 6h às 16h. Confira a lista de parques no site da Prefeitura de Vitória. Já o Espaço da Baleia Jubarte, na Praça do Papa, e o Projeto Tamar, na Ilha do Papagaio, podem ser visitados de terça a sexta-feira, das 12h às 16h.

SERRA

Na Serra, vários pontos turísticos estão recebendo visitantes. Com restauração recém-inaugurada, as Ruínas da Igreja São José do Queimado, localizada a 16 quilômetros da Serra Sede, pode ser visitada diariamente. O Parque da Cidade está aberto todos os dias, das 6h às 22h, assim como o Jardim Botânico. A Igreja e Residência de Reis Magos, em Nova Almeida, está aberta diariamente das 8h às 17h, e a Igreja Nossa Senhora da Conceição, no Centro, está aberta das 8h às 12h, de segunda a sexta-feira.

Já a Casa do Congo Mestre Antônio Rosa, onde os turistas têm acesso a um acervo permanente de objetos e elementos das bandas de congo, além de referências de patrimônio cultural de natureza material e imaterial da Serra, como fotografias, histórias, lendas locais, objetos artísticos, obras de arte e documentos, recebe visitantes de segunda a sexta, das 8h às 17h.

O Museu Histórico da Serra, que ocupa uma das construções mais antigas de Serra Sede, o casarão da família Castello, com arquitetura do século 19, recebe visitantes de segunda a sexta das 9h às 17h.

SERVIÇO


Convento da Penha

Portões abertos das 6h às 16h
Missas presenciais: segunda a sexta: 7h; sábados e domingos: 9h
Informações: https://conventodapenha.org.br/

Paneleiras de Goiabeiras
Aberto de segunda a sexta, das 10h às 17h.
Rua das Paneleiras, 55, Goiabeiras.
Informações: (27) 3327-0519

Espaço Baleia Jubarte
Aberto de terça a sexta, das 12h às 16h.
Informações (27) 3022-6691 e (27) 98825-0440

Projeto Tamar
Informações: (27) 3225-3787
tamarvitoria@tamar.org.br

Igreja e Residência de Reis Magos – Nova Almeida
Aberto diariamente, das 8h às 17h.
Informações: (27) 3253-1842 / (27) 3291-2330

Igreja Nossa Senhora da Conceição – Centro da Serra
Aberto de segunda a sexta, das 8h às 12h.
Informações: (27) 3251-1187

Ruínas da Igreja São José do Queimado – Área Rural
Aberto diariamente.
Informações: (27) 3291-2330

Sítio Histórico e Arqueológico de Carapina – Carapina
Aberto diariamente.
Telefone: (27) 3291-2330 / 2331

Casa do Congo Mestre Antônio Rosa – Centro da Serra
Aberto de segunda a sexta, das 8h às 17h.
Telefone: (27) 3251-5870

Museu Histórico da Serra – Centro da Serra
Aberto de segunda a sexta, das 9h às 17h.
Informações: (27) 3251-6636
 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA