Fernando de Noronha fica fora da quarentena estadual

|

O governo de Pernambuco determinou ontem (15) a implementação de um plano de quarentena mais rígido em todos os municípios do Estado. O anúncio foi feito pelo governador Paulo Câmara (PSB), que alertou para a piora do cenário de pandemia na região e pediu a colaboração da população. A medida vale a partir da próxima quinta-feira (18), dura por dez dias e tem como única exceção o Distrito Estadual de Fernando de Noronha.

De acordo com o texto do Decreto Nº 50.433, as atividades econômicas e a circulação de pessoa podem seguir normalmente no arquipélago. Há apenas algumas restrições em horários e na chegada de turistas.

Divulgação
Em Fernando de Noronha há apenas algumas restrições em horários e na chegada de turistas
Em Fernando de Noronha há apenas algumas restrições em horários e na chegada de turistas
Estão proibidas as operações de atracação de cruzeiros e outras embarcações de grande porte com passageiros e as operações de pousos e decolagens de aeronaves devem observar protocolos específicos para a admissão de turistas. Há também uma determinação que impede atividades econômicas e sociais de acontecerem entre 22h e 5h do dia seguinte, inclusive aos finais de semana.

SERVIÇOS PROIBIDOS NO RESTANTE DO ESTADO
Para as outras regiões pernambucanas, durante a quarentena, ficam proibidas de funcionar: bares, restaurantes, shoppings, galerias, escritórios comerciais e de prestação de serviço, óticas, salas de cinema e teatros, academias, escolas e universidade, salões de beleza e comércios em geral. Também estão proibidas as práticas e competições esportivas, individuais ou coletivas; as praias e calçadões devem permanecer fechados, assim como parques e praças.

Os serviços essenciais estão liberados.
 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA