Vacinados elegíveis podem entrar no Canadá sem quarentena

|


Divulgação

As fronteiras do Canadá continuam abertas apenas para pessoas elegíveis (como cidadãos, residentes e algumas exceções de visitantes em viagens essenciais). Mas esses viajantes elegíveis vacinados com as duas doses das vacinas Moderna, Pfizer e AstraZeneca ou com a dose única da Johnson & Johnson poderão, a partir de 5 de julho, entrar no Canadá sem precisarem cumprir a quarentena. Para isso esses viajantes precisam estar elegíveis para entrar no país - atendendo as exigências de viagens essenciais. Os turistas ainda não podem entrar no Canadá, mesmo vacinados.

Desde o ano passado, mesmo com as autorizações apenas para viagens essenciais, os estudantes matriculados em cursos de longa duração, ministrados em escolas que seguem rígidos protocolos e são aprovadas pelo governo canadense, estão aptos a aplicar para entrar no país (veja a lista de escolas credenciadas: https://www.canada.ca/en/immigration-refugees-citizenship/services/coronavirus-covid19/students/approved-dli.html).

Algumas universidades estão exigindo que o estudante tenha tomado pelo menos a primeira dose da vacina para estudar no campus. Os estudantes que já estão no Canadá estão sendo vacinados normalmente, mas ainda não há confirmação de que os novos também terão acesso à vacina no país.

A expectativa é que as fronteiras canadenses sejam abertas em setembro. Sobre as primeiras barreiras derrubadas em 5 de julho (para residentes e cidadãos vacinados completamente, e viajantes elegíveis) o governo deixou claro que elas ocorrem meses antes da possível entrada de visitantes americanos e de outras nacionalidades.

O voo da Air Canada na rota São Paulo-Toronto está previsto para voltar agora em agosto.
 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA