Chile usará big data para auxiliar na retomada do Turismo

|

Divulgação
O Data Turismo Chile reúne todas as estatísticas do setor
O Data Turismo Chile reúne todas as estatísticas do setor
Pela primeira vez na história do Chile, o Big Data se coloca a serviço do setor turístico nacional por meio de uma plataforma digital gratuita que foi apresentada pelo Ministério da Economia, Subsecretaria de Turismo e Serviço Nacional de Turismo do país.

Data Turismo Chile é uma ferramenta virtual que, ao incorporar metodologias de ponta como o Big Data e conceito relacionados a Business Intelligence, apresenta aos usuários as principais estatísticas oficiais do Turismo no Chile. A nova solução apoiará tomadas de decisão do setor, tanto em termos de formulação de políticas públicas quanto de investimentos em todos os níveis.

A plataforma, disponível no site, permite acesso a todas as informações do setor, utilizando "funcionalidades atrativas, modernas e intuitivas, que possibilitam fácil navegação e compreensão dos dados".

O ministro da Economia, Desenvolvimento e Turismo do Chile, Lucas Palacios, afirmou que “esta é uma ferramenta muito importante, não só para turistas e profissionais do setor, mas para quem tem que fazer uma decisão de investimento, por exemplo. Cada seção registra quem está indo e para onde está indo, além da idade dos turistas. Portanto, é importante para quem precisa fazer uma decisão de investimento, seja ele pequeno, médio ou grande. Se quisermos duplicar a parcela do setor de Turismo no PIB, temos que disponibilizar essas informações, e é isso o que estamos fazendo".

Já o Subsecretário de Turismo do Chile, José Luis Uriarte, destacou o desenvolvimento desta ferramenta e que é um trabalho que estará em constante aprimoramento. “Hoje nós contamos com informações valiosas sobre operações turísticas e Turismo receptivo. Em breve incluiremos também dados sobre o Turismo interno, que é um ponto fundamental para a reativação do Turismo nacional, considerando que 60% da nossa receita é fruto das viagens que os próprios chilenos realizam em todo o país".

Sendo um site de âmbito geral, o Data Turismo chega a um público amplo, que inclui diversas categorias, como empresários do setor, sindicatos, grêmios de Turismo, municípios, academia, órgãos nacionais e internacionais, meios de comunicação, entre outros.

As informações são divididas em diferentes painéis de dados que permitem o acesso às seguintes categorias:

  • Operação turística: indicadores sobre a situação dos atrativos turísticos do país, além de informações relacionadas à covid-19;
  • Movimento turístico internacional: informações sobre chegadas de turistas estrangeiros ao país, segundo nacionalidade e vias de entrada;
  • Perfil de turistas estrangeiros em 2019: principais características dos turistas estrangeiros que entraram no país por via aérea em 2019;
  • Big Data Internal Tourism: informações sobre viagens turísticas (origem-destino) feitas por residentes do Chile dentro do país (disponível em breve);
  • Indicadores de destino: informações sobre a demanda turística interna por quinzena e por destino, além de dados sobre a tarifa média por quarto de alojamento turístico a cada mês (disponível em breve);
 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA