U.S. Travel Association e WTTC comemoram data de reabertura dos EUA

|

Pixabay/Michael_Luenen
U.S. Travel Association e WTTC comemoram data de reabertura dos EUA
U.S. Travel Association e WTTC comemoram data de reabertura dos EUA
Os Estados Unidos finalmente anunciaram a data de reabertura das fronteiras a turistas estrangeiros vacinados: 8 de novembro. A data vale tanto para os viajantes internacionais por via aérea quanto terrestre.

As regras oficiais de entrada serão apresentadas hoje (15) para aprovação pela Casa Branca e devem conter obrigatoriedade de vacinação completa e teste negativo de covid-19, além de dados detalhados de contato.

Algumas entidades, como a U.S. Travel Association e o Conselho Mundial de Viagens e Turismo (WTTC), comentaram sobre a notícia e falaram sobre a importância de se ter uma data para poder planejar viagens. Confira a seguir as declarações.

U.S. TRAVEL ASSOCIATION – Roger Dow, presidente e CEO

PANROTAS / Artur Luiz Andrade
Roger Dow
Roger Dow
"A U.S. Travel há muito tempo clama pela reabertura segura de nossas fronteiras, e saudamos o anúncio do governo Biden de uma data definida para receber de volta os viajantes internacionais vacinados.

A data é extremamente importante para o planejamento – para companhias aéreas, para empresas com suporte a viagens e para milhões de viajantes em todo o mundo que agora farão planos para visitar os Estados Unidos mais uma vez. A reabertura para visitantes internacionais dará um solavanco para a economia e acelerará o retorno de empregos relacionados a viagens que foram perdidos devido a restrições de viagens.

Aplaudimos a administração por reconhecer o valor das viagens internacionais para nossa economia e nosso país, e por trabalhar para reabrir nossas fronteiras com segurança e reconectar a América ao mundo.”


WTTC – Julia Simpson, presidente e CEO

Divulgação/IAG
Julia Simpson
Julia Simpson
“É uma ótima notícia que os EUA reabrirão suas fronteiras para viajantes totalmente vacinados do Reino Unido e da União Europeia a partir de 8 de novembro. Já faz muito tempo, mas as empresas de viagens e Turismo em ambos os lados do Atlântico estão respirando um suspiro de alívio.

Visitantes da UE e do Reino Unido contribuíram com mais de US$ 46 bilhões para a economia dos EUA em 2019, mostrando o quão crítico esse movimento será para a recuperação dos EUA.

O WTTC acredita que os governos deveriam eliminar as listas vermelhas completamente e, em vez disso, basear o risco em indivíduos, e não em países inteiros.”


 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA