ECONOMIA E POLÍTICA

SP lança edital para vender Complexo Anhembi por R$ 1 bilhão

Wanderlei Celestino/SPTuris
Anhembi e SP Turis serão leiloados em abril; valor mínimo é de pouco mais de R$ 1 bilhão
Anhembi e SP Turis serão leiloados em abril; valor mínimo é de pouco mais de R$ 1 bilhão

Passaram-se anos desde que o assunto virou pauta da Prefeitura de São Paulo, mas finalmente a concessão do complexo do Anhembi deve ser concretizada. Foi publicado hoje (7), no Diário Oficial do Município, o edital de licitação para a venda, em lote único, de todas as ações de titularidade do município de São Paulo na SP Turis, a proprietária do espaço.

O documento ficará aberto para o mercado durante 60 dias, com o leilão previsto para começar em 9 de abril. O lance mínimo para participar será de pouco mais de R$ 1 bilhão (um bilhão e sete milhões de reais). Se considerar que a prefeitura deixará de gastar, no prazo de 15 anos, cerca de R$ 2 bilhões, a previsão é que a concessão gere um benefício de pouco mais de R$ 3 bilhões.

O objetivo, de acordo com o site oficial da prefeitura paulistana, é revitalizar o complexo Anhembi. A receita obtida na concessão deve ser revertida para outras áreas dentro do campo de atuação do governo municipal - foram elencados, dentro disso, saúde, educação, segurança, habitação, transporte, mobilidade urbana, assistência social e ações dentro das prefeituras regionais.

Estão autorizadas para participar do leilão empresas brasileiras e estrangeiras, além de instituições financeiras e fundos de investimento em participações (FIPs). Todos os interessados terão acesso à informações e documentos referentes à SP Turis e seus ativos, além de agendar visitas às suas instalações.

OBRIGAÇÕES: CARNAVAL SERÁ MANTIDO


Thyago Medeiros
Sambódromo será mantido como palco do carnaval da cidade
Sambódromo será mantido como palco do carnaval da cidade

Se por um lado a concessão significa que o vencedor da licitação terá direito de explorar economicamente o complexo do Anhembi, por outro algumas obrigações deverão ser cumpridas pleo novo controlador do espaço. Entre elas, a obrigação de disponibilizar a área do Sambódromo para a realização do Carnaval da cidade de São Paulo, assim como eventos religiosos.
Emerson Souza
João Doria, ex-prefeito de São Paulo
João Doria, ex-prefeito de São Paulo

RELEMBRE

A proposta da alienação da SP Turis e do Anhembi teve início ainda em 2017, durante o mandato do ex-prefeito João Doria, agora governador do Estado de São Paulo. A Câmara Municipal da cidade chegou a aprovar a venda do complexo do Anhembi no final daquele ano, e em abril de 2018 foi comentado por membros do conselho da SP Turis que o leilão estaria próximo de acontecer.

Isso não aconteceu, e o complexo do Anhembi continuou sob o comando da Prefeitura de São Paulo, sendo inclusive palco da última Abav Baztoa, em setembro de 2018.
 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA