Convênio Sebrae e Caixa distribui R$ 152,4 milhões em crédito

|

Pixabay
Sebrae estima que permitirá a concessão de aproximadamente R$ 7,5 bilhões em crédito
Sebrae estima que permitirá a concessão de aproximadamente R$ 7,5 bilhões em crédito
O convênio firmado por Sebrae e Caixa para concessão de crédito assistido, garantido com recursos do Fundo de Aval às Micro e Pequenas Empresas (Fampe), resultou em 1.746 operações e R$ 152,4 milhões em crédito concedido. Segundo o Sebrae, o convênio, ativo há 12 dias, vem registrando média crescente de novos contratos diariamente, com foco na concessão de recursos para o capital de giro dos pequenos negócios.

De acordo com o Sebrae, pesquisas mostram que uma das principais dificuldades dos donos de micro e pequenas empresas para conseguir acessar um financiamento bancário é a falta de garantias. Nesse sentido, o Fampe funciona como um Fundo de Aval que complementa as garantias requisitadas pelas instituições financeiras nas operações de crédito. A expectativa do Sebrae é que esta operação de socorro aos pequenos negócios na crise do coronavírus permitirá a concessão de aproximadamente R$ 7,5 bilhões em crédito. Até fevereiro deste ano, o Fundo já havia avalizado mais de 342 mil operações, viabilizando R$ 16,8 bilhões em crédito bancário.

Além de entrar com recursos para alavancar o volume de operações de crédito, a vantagem do Fampe é que os empreendedores contam com um crédito assistido pelo Sebrae. "Os donos de micro e pequenas empresas serão acompanhados ao longo de todas as fases da operação, através da oferta de capacitações e soluções adequadas às necessidades de cada empreendedor e do estágio em que ele se encontra no processo do crédito. Isso vai possibilitar a redução do risco e, consequente, dos custos financeiros das operações", diz o presidente do Sebrae, Carlos Melles.

O acesso ao crédito pelo convênio Caixa e Sebrae vale para micro empreendedor individual, micro empresa e empresa de pequeno porte. O primeiro caso pode requerer até R$ 125 mil por CNPJ, com taxa de juros de 1,59% e carência entre nove e 24 meses. Para os as micro empresas a condição é de até R$ 75 mil em crédito por CNPJ, carência de 12 a 30 meses e taxa de juros de 1,39%. Já no caso das empresas de pequeno porte o crédito chega a até R$ 125 mil por CNPJ, carência de 12 a 36 meses e taxa de juros de 1,19%.

PARCEIROS DO SEBRAE
O Fampe é operacionalizado exclusivamente por instituições financeiras conveniadas com o Sebrae. Atualmente possuem convênio e atendem às condições operacionais as seguintes instituições:
- Banco Regional de Desenvolvimento do Extremo Sul - BRDE
- Banco de Desenvolvimento de Minas Gerais - BDMG
- Agência de Fomento de São Paulo – Desenvolve SP
- Banco Bradesco
- Banco Santander
- Agência de Fomento do Rio de Janeiro – Agerio
- Agência de Fomento do Tocantis – FomenTO
- Agência de Fomento de Goiás – Goiás Fomento
- Banco do Estado de Sergipe - Banese
- Agência de Fomento de Santa Catarina - Badesc
- Caixa Econômica Federal - Caixa
- Banco do Brasil – BB
- Banco Cooperativo do Brasil S/A - Bancoob
 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA