Da Redação   |   06/11/2020 09:48   |   Atualizada em 06/11/2020 09:56

Ministério do Turismo credencia Banco do Nordeste ao Fungetur

Nordeste terá à disposição cerca de R$ 500 milhões para investir em empreendimentos do setor

Governo do Estado da Paraíba
Secretário executivo Daniel Nepomuceno, durante anúncio de credenciamento
Secretário executivo Daniel Nepomuceno, durante anúncio de credenciamento
Em agenda na Paraíba, o secretário-executivo do MTur, Daniel Nepomuceno, autorizou, o credenciamento do Banco do Nordeste ao Fundo Geral do Turismo (Fungetur). A iniciativa possibilitará que empresas turísticas paraibanas e de outros Estados da região tenham à disposição cerca de R$ 500 milhões para investir em empreendimentos do setor, incluindo o Polo Turístico Cabo Branco, em João Pessoa (PB). Com esta inclusão, o fundo totaliza 21 instituições financeiras em todo o Brasil aptas a operarem linhas de financiamento por meio do Fungetur. O anúncio foi feito durante o lançamento de editais de concessão do Polo Turístico Cabo Branco, que contará com resorts, shoppings, parques e outros atrativos.

Nepomuceno destacou a importância da medida para o desenvolvimento turístico do Estado e de toda a região. “Nós estamos trabalhando para que esses recursos cheguem na ponta e atendam a todo o Brasil. O projeto do Polo Turístico é voltado para colocar não só a Paraíba, mas o Brasil no cenário internacional e estamos aqui para ajudar, fomentar e poder contribuir com os projetos que a gente sabe que o resultado virá em médio e longo prazos”, disse.

O governador do Estado da Paraíba, João Azevêdo, ressaltou a parceria junto ao Ministério do Turismo e ao Banco do Nordeste para a implantação deste grande projeto turístico. “Nós liberamos mais três lotes, sendo dois para resorts e um para comércio e já autorizamos a construção de três resorts e um parque aquático. Ter o Ministério do Turismo e o Banco do Nordeste como parceiros para fazer com que seja possível aos empreendedores acessar os recursos do Fundo é fundamental para os bons e grandes projetos”, frisou.

Com o terceiro edital de chamamento público para projetos no Polo Turístico de Cabo Branco, o governo do estado da Paraíba espera investimentos iniciais na ordem de R$ 379,7 milhões e mais de 1.100 empregos diretos gerados na sua fase de construção.

O Polo Turístico Cabo Branco será o maior polo turístico planejado do Nordeste. A partir do próximo ano, será iniciada a construção de três resorts, sendo que um deles contará com um parque aquático. A partir destes empreendimentos, há expectativa de um aumento de pelo menos 12% no total de leitos e a atração de 2,5 milhões de turistas por ano, o que irá representar uma movimentação financeira de R$ 2 bilhões e gerar mais de 4.680 empregos diretos e indiretos na fase operacional.

O presidente do Banco do Nordeste, Romildo Rolim, colocou a instituição à disposição na atração de investimentos para o Turismo paraibano. “Nós temos a missão de promover o desenvolvimento do Nordeste e temos os recursos para isso, destinados ao agronegócio, comércio e serviços. A cadeia produtiva do turismo é muito importante para o banco porque este é um setor consolidado em nossa área de atuação. A parceria do Banco do Nordeste com o Ministério do Turismo vem complementar e ampliar o montante de recursos para a gente aplicar nos segmentos”, comentou.


Tópicos relacionados