Estado de SP entrará na fase vermelha a partir de sábado

|

Devido ao aumento no números de casos e mortes provocadas pelo novo coronavírus, o Estado de São Paulo vai regredir à fase vermelha, a mais restritiva do Plano SP. A mudança entra em vigor a partir da meia-noite do próximo sábado (6) e vai valer até o dia 19 deste mês, podendo ou não ser prorrogada, a depender do número de internações, disponibilidade de leitos em UTI e de mortes provocadas pelo vírus.

“Estamos atendendo a recomendação do Centro de Contingência e reclassificando todo o Estado de São Paulo para a fase vermelha. Temos a tristeza de reconhecer a situação dificílima que estamos vivendo”, disse o governador João Doria.

Além disso, o toque de restrição, anunciado pelo Estado no último dia 24, será antecipado das 23h para as 20h e valerá até as 5h.

Nesta fase são autorizados a funcionar apenas os serviços considerados essenciais, como farmácias, supermercados, postos de combustível e transportes coletivos, como ônibus, trens e metrô. O atendimento presencial em comércios, lanchonetes e restaurantes fica proibido, porém, os serviços de entrega podem funcionar normalmente. Academia, salões de beleza e shopping centers não podem abrir.

Na última sexta-feira (26), o Estado havia passado por uma nova reclassificação, que rebaixou a Grande São Paulo à fase laranja da quarenta.

Ontem (2), o Estado registrou o maior número de mortes por covid-19 em 24h desde o começo da pandemia, com 468 novos óbitos, de acordo com dados da Secretaria de Estado da Saúde. Assim como São Paulo, o Brasil também teve um recorde de mortes em um único dia: 1.726 óbitos.



 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA