Pedro Menezes   |   10/07/2024 13:34
Atualizada em 10/07/2024 13:57

Preço das passagens aéreas recua e segura inflação dos transportes em maio

Entre os únicos setores que recuaram está o segmento de Transportes, com queda de 0,19%


Divulgação/ Inframerica
O resultado foi influenciado diretamente pela queda no preço da passagem aérea de 9,88%
O resultado foi influenciado diretamente pela queda no preço da passagem aérea de 9,88%

A inflação avançou 0,21% em junho e ficou 0,25 ponto percentual abaixo da taxa de 0,46% registrada em maio. O Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), medido pelo IGBE, acumula alta de 2,48% em 2024. Já nos últimos 12 meses, a taxa chega a 4,23%, acima dos 3,93% observados nos 12 meses imediatamente anteriores.

Dos nove grupos de produtos e serviços pesquisados, sete tiveram alta em junho. Entre os únicos que recuaram, está o segmento de Transportes, com queda de 0,19%, após subir 0,44% em maio. O resultado foi influenciado diretamente pela queda no preço da passagem aérea de 9,88%.

A alimentação fora do domicílio, por sua vez, que envolve bares e restaurantes e, consequentemente o Turismo, registrou uma variação menos intensa de 0,37% na comparação com o mês anterior (0,5%). Neste caso, os subitens lanche e refeição desaceleraram: de 0,78% para 0,39%, e de 0,36% para 0,34%, respectivamente.

Tópicos relacionados