EVENTOS

Embratur quer triplicar fluxo internacional no Brasil

Filip Calixto
Gilson Machado, presidente do Embratur
Gilson Machado, presidente do Embratur
PORTO DE GALINHAS (PE) - Convidado especial para o primeiro dia de Visit Pernambuco Travel Show, o pernambucano Gilson Machado, presidente do Embratur, citou alguns planos da instituição para o setor. De acordo com o executivo, a ideia é triplicar o número de turistas recebidos no Brasil ainda em sua gestão. "Ainda estamos estacionados nos seis milhões de turistas e precisamos avançar. Temos trabalhado para isso com ações e não apenas com palavras", completa Machado.

De acordo com o representante do Embratur, a isenção do visto para alguns países é a ação principal para alcançar os objetivos já traçados. Mais alguns países, como a Índia, por exemplo, devem entrar na lista de isenções em breve. Outra medida citada pelo presidente nesse sentido é um projeto, ainda em tramitação no congresso, para liberação de cassinos no Brasil.

O estímulo aos cruzeiros marítimos, aos voos e aeroportos regionais também fazem parte do planejamento da entidade. "Somos um governo que acredita no Turismo e no caminho que ele pode mostrar para um País melhor e com melhora econômica", reforça.

Segundo Machado, além das ideias e medidas práticas, a outra arma do Embratur para fomentar o setor é a criatividade, que serve para suprir a falta de recursos da pasta. 'Não é fácil divulgar o Brasil fora daqui. É uma briga de cachorro grande pelo turista internacional. Mas estamos conseguindo com criatividade e boa informação", aponta.
 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA