Sem torcida, Liga de Futebol (MLS) retorna no dia 8 de julho nos EUA

|

A bola vai voltar a rolar na Major League Soccer, a liga profissional de futebol dos Estados Unidos, a partir de 8 de julho. Todas as 26 equipes da MLS participarão da competição, que será realizada no ESPN Wide World of Sports Complex, no Walt Disney World Resort, em Orlando, Flórida. A NBA também acertou o retorno das partidas na Disney.

Sem a presença de torcida nas arquibancadas, as partidas da fase de grupos contarão na classificação da temporada regular da MLS e o vencedor do torneio ganhará uma vaga na Scotiabank Concacaf Champions League de 2021.

Divulgação
“A oportunidade de ter todos os 26 clubes em um ambiente controlado nos permite ajudar a proteger a saúde de nossos jogadores, treinadores e funcionários quando voltamos a jogar”, disse o comissário da MLS, Don Garber, sobre a escolha do espaço na Disney World.

Os clubes começarão a chegar a Orlando no dia 24 de junho para treinamento na pré-temporada. Semelhante ao formato da Copa do Mundo, o torneio contará com uma programação contínua de jogos quase todos os dias, com jogos começando às 9h, 20h e 22h30 (horário local).

DISPUTA
Cada equipe disputará três partidas da fase de grupos e esses resultados serão considerados na classificação da temporada regular da MLS de 2020. Após 16 dias consecutivos de jogos na primeira fase, as duas melhores equipes de cada grupo, juntamente com os quatro melhores finalistas do terceiro lugar, passarão para a fase eliminatória, que incluirá as oitavas-de-final, quartas de final, semifinais e final no dia 11 de agosto.

Disney
Além das partidas que contam na classificação da temporada regular e na vaga da Liga dos Campeões, os jogadores terão a oportunidade de ganhar bônus adicionais como parte de um prêmio total de US$ 1,1 milhão.

O limite de substituições para o torneio seguirá o novo protocolo estabelecido pela IFAB e permitirá cinco substituições por partida. Além disso, as equipes podem nomear até 23 jogadores em cada lista oficial da jornada. Além disso, a Organização Profissional de Árbitros (PRO) terá acesso à análise de vídeo para todos os jogos.
 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA