Hertz seleciona patrocinadores para saída do Chapter 11

|

A Hertz Global Holdings vem negociando financiamentos do plano de reorganização proposto pela empresa para sair do Chapter 11 (recuperação judicial) em junho deste ano. Diante disso, a locadora acaba de selecionar uma proposta do grupo de patrocinadores Centerbridge Partners, Warburg Pincus e Dundon Capital Partners para fornecer o capital acionário necessário para financiar a saída.

Divulgação
Hertz seleciona grupo de patrocinadores para saída do Chapter 11
Hertz seleciona grupo de patrocinadores para saída do Chapter 11
O negócio assinado inclui um acordo de compra e compromisso de ações, um acordo de suporte de plano, um compromisso de financiamento de ponte para a Hertz International, um plano de reorganização do Chapter 11 emendado e uma declaração de divulgação alterada, que foram protocolados no Tribunal de Falências dos EUA para o Distrito de Delaware, que preside o caso da companhia, ainda sujeito à aprovação.

Com a proposta, a empresa eliminaria aproximadamente US$ 5 bilhões de dívidas, teria mais de US$ 2 bilhões de liquidez global e acabaria completamente com todas as dívidas corporativas em seus negócios europeus. Ela também maximizaria a oportunidade da empresa de capitalizar nas atuais condições de mercado para o financiamento de seus negócios no futuro e para sair do Chapter 11 de maneira oportuna e eficiente.

"Estamos satisfeitos por avançar com uma proposta apoiada por nosso maior grupo de credores e que agrega valor excelente a todos os nossos acionistas. Este plano cumpre todos os objetivos que nos propusemos atingir por meio nossa reestruturação financeira. Esperamos sair do Chapter 11 no segundo trimestre financeiramente e operacionalmente mais fortes e bem-posicionados para alcançar as oportunidades no mercado de viagens em recuperação", diz o presidente e CEO da locadora, Paul Stone.

Conforme estabelecido nos documentos da transação, os titulares de notas de apoio concordaram em apoiar a troca das reivindicações de dívida financiadas sem garantia contra a empresa por aproximadamente 48,2% do patrimônio da companhia reorganizada e o direito de comprar um adicional de US$ 1,6 bilhão de patrimônio para financiar o plano. Os detentores também se comprometeram a comprar o total de US$ 1,6 bilhão de ações.

Os titulares das notas de veículos europeus de 725 milhões de euros da empresa serão pagos em dinheiro na totalidade de acordo com o plano. Já as reivindicações de garantia contra as entidades dos EUA não serão prejudicadas e o saldo de sua dívida será pago pelo emissor, Hertz Holdings Netherlands BV.

Os detentores de sinistros não garantidos em geral receberão um pagamento em dinheiro estimado para fornecer uma recuperação de aproximadamente 75%. Os sinistros administrativos, prioritários e garantidos serão pagos integralmente em dinheiro. Além disso, o patrimônio líquido existente da locadora será cancelado e não receberá distribuição.

A próxima etapa será o Tribunal de Falências considerar a aprovação dos termos do investimento proposto pelo grupo de patrocínio, a declaração de divulgação com relação ao plano e os materiais e procedimentos de solicitação de credores relacionados. Todas essas questões estão programadas para serem ouvidas em 16 de abril. Supondo a aprovação, os documentos serão enviados aos credores da Hertz para votação e o Tribunal realizará uma audiência para considerar a confirmação da proposta.
 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA