Movida

Karina Cedeño   |   27/01/2023 11:09

Conheça destinos que aliam o Turismo à consciência ambiental

Confira iniciativas inseridas no Mapa Brasileiro do Turismo Responsável, do MTur

Divulgação/ Embratur
Jericoacoara é um dos destinos que promovem ações sustentáveis
Jericoacoara é um dos destinos que promovem ações sustentáveis
Visitar os atrativos naturais brasileiros e contribuir para que esses locais sejam bem cuidados e possam ser apreciados por outras gerações é uma das bandeiras de muitos turistas conscientes e, também, do Ministério do Turismo. Pensando nisso, a Agência de Notícias do Turismo fez uma seleção de destinos que são referência em práticas de sustentabilidade e que podem ser conferidos no Mapa Brasileiro do Turismo.

“O Turismo no Brasil deve aliar as belezas naturais com a preservação desses destinos e, por isso, promover e incentivar iniciativas sustentáveis gera uma cadeia de proteção, consequentemente gerando atitudes como essas, fazendo com que o nosso país seja referência em impactar vidas positivamente”, destaca a ministra do Turismo, Daniela Carneiro.

Confira as iniciativas sustentáveis presentes na plataforma:

NO SUL – A “Rota da Natureza” está localizada em Balneário Camboriú (SC) e é um atrativo que traz uma verdadeira contemplação das belezas naturais da área rural. São percursos que ampliam o contato com os moradores locais e a vida no campo, além de fazer com que o visitante adentre uma extensa área de Mata Atlântica preservada. Entre os atrativos estão o Pico da Pedra e Cachoeira Seca, que são apenas parte da natureza da cidade. Além disso, o turista consciente também vai poder participar de aulas de hipismo, cavalgadas e pescaria.

NO SUDESTE – Em Niterói (RJ), as “ações educativas sobre mudança climática na Praia do Sossego” entram para o Mapa e dão espaço para o Turismo sustentável. No local, são desenvolvidas iniciativas de educação ambiental explicando a importância da redução de resíduos responsáveis pela emissão de gás carbônico (CO2) e ações sobre os sistemas implantados na praia, como a infraestrutura verde que tem a função de introduzir processos naturais ecológicos.

A estrutura do lugar conta com mirantes de contemplação acessível a cadeirantes e sistema de infraestrutura verde com jardins de chuva como forma de manejo de águas pluviais, lixeiras, sinalização para educação ambiental e paraciclos, contêiner com posto destacado para a Guarda Ambiental, banheiro acessível, lava pé e chuveirão.

NO CENTRO-OESTE – Quem busca um destino sustentável no Centro-Oeste pode visitar Jardim (MS) e conhecer o “Recanto Rio da Prata: na pegada da sustentabilidade”. Trata-se de um recanto ecológico que desenvolve ações de ecoturismo e sustentabilidade, como o programa Lixo Zero; a realização de compostagem dos resíduos orgânicos; a cultura de minhocários; o cultivo de mudas para plantio ou doação; a implementação do projeto Educando e Plantando (envolvendo a sensibilização e educação ambiental em escolas públicas); a valorização cultural através da comercialização do artesanato local; a formação de guias autônomos, entre outras ações.

NO NORDESTE – Em Jijoca de Jericoacoara (CE), a proposta de “Sustentabilidade como direcionamento principal do negócio: pousadas Vila Kalango e Rancho do Peixe” ganhou vida. Por lá, as pousadas envolvidas buscam por práticas sustentáveis ao priorizar a contratação e capacitação de pessoas da comunidade local, cultivar horta orgânica (que utiliza o composto gerado na própria pousada) para oferecer alimentação saudável e reuso de materiais para construção dos móveis das pousadas. Além disso, as preocupações com o meio ambiente vão além e os locais não possuem gerador de energia por causa do impacto ambiental.

NO NORTE – Em Normandia (RR), o “Etnoturismo de imersão na cultura” vai levar o turista a conhecer mais de perto os hábitos e costumes da região. A iniciativa consiste em visitas a comunidades indígenas no município, sendo essa uma maneira de conciliar o resgate da cultura indígena e a geração de renda para as comunidades.

Os visitantes podem conhecer, ainda, tradições, histórias, lendas, culinária e bebidas indígenas, como a Damorida e o Pajuarum, além de vivenciar experiências nas cachoeiras, tomar banho em lagos e fazer as trilhas na região. A iniciativa também realiza trabalhos de conscientização dos moradores sobre a importância da atividade turística para o desenvolvimento da comunidade.

Clique aqui para ver todos os roteiros sustentáveis que fazem parte do Mapa Brasileiro do Turismo Responsável. No Mapa, é possível filtrar os destinos por região, área temática e ter outras informações, como dados a respeito do tema, localidade, comunidades e instituições.


Tópicos relacionados

 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA

Mais notícias