Saiba como o comércio está funcionando na França

|


Unsplash
Cinemas, teatros e museus serão reabertos a partir de 15 de dezembro
Cinemas, teatros e museus serão reabertos a partir de 15 de dezembro
Em novembro, a França entrou novamente em confinamento na tentativa de minimizar o contágio da covid-19, mas escolas, indústrias, serviços essenciais e meios de transporte continuaram funcionando normalmente. Com as reclamações dos pequenos lojistas, o governo decidiu proibir a venda de produtos não essenciais nos supermercados mantidos abertos. Assim, floristas, joalheiros e outros comércios não essenciais se associaram aos comerciantes de alimentos de bairro para distribuírem seus produtos pelos vizinhos abertos.

Com as medidas restritivas implementadas pelo governo federal, uma série de ações, manifestações e questionamentos preencheram o cotidiano francês, especialmente em relação ao que é ou não é essencial. No blog Direto de Paris, a diretora do receptivo Hola Tour, Silvia Helena, explica o atual cenário de confinamento da França e como os estabelecimentos estão lidando com as novas medidas.
 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA