Indústria de jogos de aposta irá acumular US$ 525 bi até 2023

|

Pixabay
A discussão sobre a liberação de cassinos e jogos de azar no Brasil não avançou. Apesar do lobby de importantes figuras do trade turístico, a PL 442/91 nunca foi pautada no plenário e o debate sobre o tema esfriou. Nos países em que é legalizada, a indústria das apostas cresce vertiginosamente, como abordou estudo recente realizado pela Reportbuyer. Nele, a especialista calcula que o jogo irá gerar, até 2023, US$ 525 bilhões.

O relatório mostra que a crescente demanda de jogos on-line e aplicativos móveis em mercados como Estados Unidos, Reino Unido, Itália e China será suficiente para atrair novos jogadores pelos próximos anos. O crescimento composto em receita será de 4% em um período de seis anos, concluindo com os US$ 525 bilhões acumulados em 2023.

Segundo a análise, o segmento de cassinos segue como mais importante da indústria, com market share superior a 50% em 2017. A previsão é de crescimento composto de 3% no período analisado. “Os jogos em mercados massificados têm permitido que operadores aumentem rentabilidade e estabilidade, onde consumidores pagam por itens não relacionados aos jogos, aumentando assim os lucros desses operadores”, escreve.

Apesar de os jogos de azar não serem liberados no Brasil, a atuação de jogadores no País é contabilizada graças a usuários de jogos on-line. Ainda assim, o mercado mais rentável da América Latina, segundo a Reportbuyer, é a Argentina – onde a atividade é liberada.
 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA