Viagens aéreas domésticas avançam em recuperação na China

|

A ForwardKeys revelou que as viagens aéreas domésticas na China estão se recuperando lentamente após o surto de covid-19. Agora, com as notícias de que Pequim suspendeu sua exigência de quarentena de 14 dias para viagens entre a capital e as áreas de baixo risco na China, a empresa de análises espera um aumento mais significativo dos deslocamentos.

Pexels.com
Viagens aéreas domésticas começam a se recuperar lentamente na China
Viagens aéreas domésticas começam a se recuperar lentamente na China
“Estávamos esperando um salto nas reservas de voos domésticos assim que as restrições de viagens fossem atenuadas e agora isso parece estar acontecendo. Atualmente ainda é um pouco cedo para ver essa tendência em nossos dados de voo, mas esperamos analisar isso nos próximos dias, principalmente com o feriado do Dia do Trabalho. Embora isso demonstre bons sinais de recuperação, é um fenômeno doméstico e o tráfego aéreo internacional chinês ainda está caindo”, explica o vice-presidente de Insights da ForwardKeys, Olivier Ponti.

As viagens aéreas domésticas chinesas despencaram totalmente em meados de fevereiro e, desde então, vêm em modo de recuperação silenciosa. Na semana de 23 a 29 de fevereiro, coincidindo com um modesto recomeço da economia e um aumento da capacidade aérea doméstica, houve um aumento de 62,9% em relação à semana anterior. Desde então, cresceu de uma base ainda muito baixa, em 19,5%, entre a primeira semana de março e a terceira semana de abril.

Os destinos que lideram a tentativa de recuperação são os centros comerciais Guangdong, Zhejiang, Xangai, Sichuan e Yunnan. Já as viagens para Pequim têm sido extremamente fracas, uma vez que as restrições mais rigorosas ainda estão em vigor na capital até hoje.

No que diz respeito às viagens internacionais, a empresa, infelizmente, ainda não se mostrou otimista, pois a China impôs restrições pesadas aos voos internacionais. As aéreas chinesas só podem manter uma rota por país e um voo por semana e as estrangeiras apenas uma rota para a China e um voo por semana. Estima-se que haverá apenas 130 voos internacionais para a China por semana e um máximo de 5 mil pessoas por dia entrando e saindo do país.

“Podemos confirmar pequenos sinais de recuperação no mercado de aviação doméstica da China. Portanto, se você é um hoteleiro com propriedades e clientes nas partes certas do país, pode esperar receber novamente os hóspedes. No entanto, embora seja encorajador ver as viagens aéreas aumentando na China, atualmente não há indicação de que alguém fora da China ainda possa esperar o retorno de turistas chineses”, finaliza.
 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA