64% dos brasileiros sonham em retomar viagens, veja planos

|


Divulgação
Estudo mostra que brasileiros não estão desconfiados em viajar de avião quando amenizada a pandemia
Estudo mostra que brasileiros não estão desconfiados em viajar de avião quando amenizada a pandemia
Apesar de toda dificuldade vivida atualmente por conta da pandemia do novo coronavírus, 64% dos brasileiros não veem a hora de poder planejar sua próxima viagem. Pelo menos os viajantes de maior poder aquisitivo. É o que mostra uma pesquisa da Overseas Leisure Group.

Presente em 34 países, a operadora de viagens de luxo entrevistou o que chama 600 "entusiastas de viagens" entre 22 e 29 de abril e levantou motivos para pelo menos uma ponta de otimismo.

DOMÉSTICO VS. INTERNACIONAL
As estatísticas mostram uma quantidade robusta de viajantes que considerariam viajar de avião (91%) assim que amenizada a pandemia de covid-19, contra 6,5% de carro. Além disso, os brasileiros entrevistados apontam que ja possuem ideia para onde desejam viajar, e os destinos domésticos têm um terço da prioridade (33,5%), conta 35% que pretendem ir a países mais distantes e 8,3% a países vizinhos. O restante ainda não tem ideia.

Entre os que optam pelo Exterior, América do Sul lidera nas preferências, com 36,2%, contra 32,6% em busca de Europa e 22,6% de América do Norte.

DESTINOS URBANOS E RESORTS DE PRAIA
Destinos urbanos e resorts de praia praticamente empatam no topo da preferência dos 600 "entusiastas de viagens" pesquisados, com mais de 25% cada. Em seguida vêm viagens carro (12,4%), ilha pequena (7,7%) e outros.

GASTOS EM VIAGENS
Praticamente metade (49,2%) dos entrevistados pretende viajar gastando menos de US$ 250 por dia. Depois, 31% devem gastar até US$ 500 por dia; 8% até US$ 1 mil diários e 12% mais de US$ 1 mil por dia.

QUANDO RESERVAR?
O estudo pergunta se o viajante consideraria fazer reservas agora se não houvesse restrições como depósito e penalidades. Uma pequena maioria (39,5%) diz que sim; enquanto 32,6% dizem que não. O restante respondeu "talvez".

APENAS UMA PAUSA
Por fim, 78% dos viajantes brasileiros consideram que as viagens sofreram apenas uma pausa, não constituindo uma mudança para sempre.

“Após mais de cinco semanas de confinamento, os sonhos de retomar nossas aventuras estão cada vez mais à frente da mente. Diante disso, nossa rede de consultores de viagens apresentou uma solução inicial para permitir o planejamento de viagens novamente, uma proposta para aqueles que precisam de uma opção sem riscos para as suas reservas, chamado Reservas Flexíveis”, conta o CEO da operadora, Felix Brambilla.

O programa conta com a parceria de redes que incluem Belmond, Crowne Plaza, Disney, Fairmont, Four Seasons, Hard Rock, Hyatt, Marriott, Ritz Carlton, Rosewood, St Regis, entre outras.

Veja mais detalhes do estudo clicando aqui
 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA