92% dos brasileiros pretendem viajar após a vacinação

|


Shutterstock
Segundo dados da Conversion, o Turismo foi o setor com maior crescimento em julho, comparado ao mês anterior
Segundo dados da Conversion, o Turismo foi o setor com maior crescimento em julho, comparado ao mês anterior
De acordo com os dados do Relatório Setores do E-commerce no Brasil, da Conversion, 91,9% dos brasileiros pretendem fazer alguma viagem a lazer após a vacinação e/ou fim da pandemia. Desse total, 78% pretendem viajar de avião após tomarem a segunda dose da vacina ou completar a imunização. A pesquisa foi realizada com 271 brasileiros conectados à internet para compreender melhor o crescimento do Turismo e quais as expectativas dos turistas em relação ao futuro de suas viagens.

O desemprego e a diminuição de renda de boa parte da população foram alguns dos fatores que impactaram diversos setores da economia durante períodos mais críticos da pandemia, além do isolamento social. Com isso, as atividades turísticas foram fortemente afetadas - segundo dados da Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC), elas já somam prejuízo de R$ 395,6 bilhões desde março de 2020 até junho deste ano.

EXPECTATIVAS DOS TURISTAS
Seja para conhecer um destino novo ou até mesmo para descansar por um período longe de casa, por exemplo, muitos brasileiros anseiam pelo fim da pandemia para voltar a ter uma rotina de viagens mais ativa. Se antes do isolamento social já era muito bom viajar, a expectativa de poder retornar às práticas de Turismo faz com que 31% dos entrevistados afirmem que irão viajar mais do que antes da pandemia, quando for possível. Esse número é ainda maior entre os adultos de até 30 anos, chegando a 48%. Já entre os idosos, apenas 10% pretendem viajar mais.

Quando questionados sobre viagens durante a pandemia, 50,9% dos entrevistados disseram que sentem um pouco de medo de viajar, enquanto 29,2% afirmaram que não sentem medo de viajar. No entanto, nem tudo voltará a ser como antes. Segundo a pesquisa, 60,15% dos brasileiros afirmaram que, mesmo após o fim da pandemia, deixarão de usar serviços de empresas que não seguem os protocolos de segurança sanitária de prevenção à covid-19.

TENDÊNCIAS DE VIAGENS
O estudo mostrou que as viagens domésticas são prioridade para os brasileiros. Nesse sentido, o Nordeste lidera com 59,84%, seguido pela região Sul (28,92%) e Sudeste (25,30%). Entre os destinos internacionais mais desejados estão Europa (26%), Estados Unidos (18%) e América do Sul (16%).

Quando o assunto é acomodação, 67% dos entrevistados preferem se hospedar em um hotel padrão, enquanto 24,9% escolheram casa de familiares ou conhecidos. Representando 24% das respostas, o Airbnb foi o terceiro meio de hospedagem mais votado, seguido por hostel (16,06%) e hotel de luxo (6,83%). Já em relação aos meios de locomoção, 78,71% dos entrevistados disseram que pretendem viajar de avião. Em seguida, aparecem carro (38,15%), ônibus (19,28%), navio (4,82%) e trem (3,61%).
 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA