Movida

Victor Fernandes   |   17/07/2023 16:55

Chegadas internacionais atingem 80% dos níveis de 2019 no 1T23

OMT reuniu dados de empresas como Google, Iata e Forward Keys em uma única plataforma


OMT lançou o Tourism Recovery Tracker
OMT lançou o Tourism Recovery Tracker

A Organização Mundial do Turismo (OMT) elaborou um dashboard que reúne dados de viagens de diversas empresas para compor um quadro geral da recuperação do setor do Turismo, assim como as próprias viagens, após a pandemia de covid-19. O conjunto de informações é encabeçado por um dado da OMT de que as chegadas de visitantes internacionais em destinos ao redor do mundo ficaram apenas 20% abaixo dos números de 2019 no primeiro trimestre deste ano.

Quando olhamos para diferentes regiões e seus números de visitantes internacionais, podemos notar um grande desempenho do Oriente Médio, única região que está acima dos níveis pré-pandemia, com 117% dos turistas registrados em março de 2019 no mesmo mês deste ano. A região é seguida, em performance de turistas internacionais, por Europa (89%), Américas (87%), África (86%) e Ásia Pacífico (57%). Importante lembrar que em março turistas da China, maior mercado da Ásia Pacífico, ainda não haviam voltado a viajar.

Confira abaixo o gráfico com o comparativo de visitantes internacionais por região.

Divulgação


Retomada de outros indicadores

O dashboard da OMT também organizou uma tabela comparando dados de reservas de hotéis e passagens aéreas de 2023 com período equivalente de 2019. Confira abaixo alguns destaques no acumulado do ano, junto à fonte dos dados.

  • Busca por hotéis está em 429% dos níveis pré-pandemia (Sojern);
  • Reservas em hotéis está em 115% dos níveis pré-pandemia (Sojern);
  • Aluguéis de curto prazo estão em 54% hotéis dos níveis pré-pandemia (AirDNA);
  • Capacidade de assentos em voos internacionais estão em 81% dos níveis pré-pandemia (Iata);
  • Demanda de passageiros em voos internacionais estão em 81% dos níveis pré-pandemia (Iata);
  • Reservas de passagens aéreas estão em 58% dos níveis pré-pandemia (Forward Keys).

Confira mais informações na tabela abaixo e no site da OMT.

Divulgação


Tópicos relacionados

 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA

Mais notícias