Rail Europe "forma" agentes para aumentar vendas

|


Victor Fernandes
A diretora da Rail Europe para a América Latina, María Corinaldesi
A diretora da Rail Europe para a América Latina, María Corinaldesi
A distribuidora de trens no Velho Continente Rail Europe realizou nesta quarta-feira (31) a "formatura" dos agentes de viagens que completaram o seu treinamento on-line. Realizado pela primeira vez, o Rail Expert Brasil, cursado em 2017, contou com 382 profissionais cadastrados, dos quais 87 alcançaram a "graduação".

De acordo com a diretora da Rail Europe para a América Latina, María Corinaldesi, "o objetivo é capacitar os agentes, fornecer materiais e treiná-los na utilização das ferramentas, para que então possam encontrar a informação desejada por um meio oficial". A campanha, já realizada anteriormente em países como Austrália, Japão e Coreia do Sul; foi uma surpresa positiva para María, que não esperava tantos inscritos em algo que não houve tanta divulgação e era novidade.

O Rail Expert contará com uma segunda edição em 2018 e a diretora espera mais agentes inscritos, mais "experts" em trens e mais vendas. "Percebemos que a consequência direta de uma melhor capacitação são mais vendas, porque se o agente conhece melhor o produto e sabe como oferecê-lo, a tendência é que ele venda mais", afirmou María.

A diretora ainda projetou um aumento de 15% nas vendas em 2018 no Brasil e disse "contar com os agentes para alcançar essa meta". María afirmou que a Rail Europe obteve um aumento de 10% nas vendas para brasileiros em relação a 2015. A diretora prefere não estabelecer 2016 como parâmetro, porque foi um ano muito ruim devido à economia brasileira e aos atentados que ocorreram na Europa. Contudo, em relação ao ano anterior, as vendas de 2017 representam um aumento de 40%.

De acordo com a executiva, os países preferidos dos brasileiros para viajar de trem são Itália, França e Espanha; por mais que Portugal e Alemanha também tenham boa procura. Ainda assim, os trechos ligando países diferentes são os mais vendidos no Brasil, já que o trem pode ser considerado por muitos passageiros uma forma mais eficiente e barata para viajar pela Europa.

Por último, María deu uma dica aos agentes: conheça os diferentes produtos de trens. Um dos exemplos é o bilhete e o passe; o bilhete serve para um trem específico em horário específico, enquanto o passe permite maior flexibilidade, porque é como se comprasse as passagens de uma cidade a outra, permitindo mudar o horário da viagem mediante ao pagamento de uma nova reserva, que custa cerca de oito euros, dependendo do trem.

Os interessados em realizar o treinamento podem participar da segunda edição do Rail Expert, que será lançada em breve com novos módulos. Para se cadastrar, basta acessar o site www.railexpertbrasil.com.br, preencher os dados profissionais e inserir a chave de inscrição informada na página. Para mais informações, envie um e-mail para acorinaldesi@raileurope.com e faça parte do grupo da campanha no Facebook Rail Expert Brasil 2018.

 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA