TRANSPORTE

Rebatizados, trens Brightline se chamarão Virgin Trains USA

|

Divulgação/Brightline
Recém-inaugurado Brightline, que opera linhas na Flórida
Recém-inaugurado Brightline, que opera linhas na Flórida
O amarelo e preto marcantes dos trens Brightline, que desde maio deste ano cortam a Flórida entre Miami, Fort Lauderdale e West Palm Beach, terão as cores do Grupo Virgin na próxima temporada. O conglomerado do magnata Richard Branson anunciou um acordo de licenciamento da marca com a Brightline, assumindo o nome da transportadora e estampando seu logo nos trens e produtos relacionados à nova empresa, a Virgin Trains USA.

A partir deste dezembro, a empresa privada que realiza o transporte de pessoas entre os badalados destinos da Flórida passa a se chamar Virgin Trains USA. A mudança visual deve ser finalizada em 2019, com uniformes e envelopamento dos trens.

A operação e gestão da empresa segue sob comando das equipes da Brightline e afiliados ao grupo de investimento Fortress. “Nosso esforço privado de reinventar o transporte ferroviário de passageiros nos Estados Unidos dá um novo salto com a chegada do time da Virgin”, comemora o presidente da Brightline e cofundador do Fortress Investment Group, Wes Edens.

“A Virgin construiu uma marca respeitada na indústria de viagem e hospitalidade”, complementa. “Como nós, eles possuem um foco na experiência do consumidor, fortalecida pela cultura da inovação e disrupção, e por isso estamos posicionados para expandir nosso sucesso.”

Divulgação Virgin
Richard Branson, fundador do Grupo Virgin, em foto de 2016
Richard Branson, fundador do Grupo Virgin, em foto de 2016
Para o investidor britânico, “a Brightline encabeça a inovação neste mercado e representa o parceiro ideal para a Virgin trabalhar, em busca de mudar percepções e hábitos dos viajantes por todos os Estados Unidos”. Richard Branson também afirmou que, após “transformar o mercado aéreo doméstico” com a Virgin America, passou mais de uma década em busca de uma oportunidade para entregar o mesmo serviço no segmento ferroviário.

Parte do acordo prevê um investimento mínimo do Grupo Virgin nas operações da Brightline. Atualmente, a transportadora opera em Miami, Fort Lauderdale e West Palm Beach, com planos de expansão para Orlando e Tampa nos próximos anos. Outra frente da Brightline está na costa Oeste, com a intenção de uma linha ligando o Sul da Califórnia a Las Vegas (esse projeto ainda aguarda a aprovação de autoridades).
 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA