Buser lança plataforma com viagens de linhas convencionais

|

Startup que nasceu como um mecanismo para fretamento colaborativo de ônibus por aplicativo, a Buser iniciou 2021 expandindo sua atuação. Agora a plataforma serve para também para empresas que atuam em linhas públicas, oferecidas a partir de rodoviárias. Dessa maneira, o app também passa a funcionar como um marketplace, que comercializa passagens de rotas que já existem, feitas por companhias que já as percorrem.

Divulgação
O nova marca da se chama Buser Passagens e significa uma ampliação imediata na oferta
O nova marca da se chama Buser Passagens e significa uma ampliação imediata na oferta
A direção da Buser explica que o ingresso nas rotas administradas por empresas de linhas públicas faz parte do planejamento de alcançar todos os Estados brasileiros e preserva as duas características principais da empresa: preço baixo e segurança.

"Nesses quase três anos de operação, já revolucionamos a maneira como o brasileiro viaja de ônibus, com preços abaixo do mercado que democratizam o serviço, priorizando a segurança e levando conveniência para os nossos clientes", afirma o CEO da startup, Marcelo Abritta. "Agora vamos ampliar essa disrupção para novas fronteiras", complementa.

A nova marca da se chama Buser Passagens e significa uma ampliação imediata na oferta. O marketplace acrescenta viagens para 20 cidades em 5 estados (MG, MT, MS, GO, SP) do País, além do Distrito Federal. A oferta anterior da plataforma, com veículos fretados, era de 170 cidades, com uma frota de parceiros de mais de 550 ônibus.

Abaixo a lista das rotas já em operação no novo modelo (todas com ida e volta):

Bauru - Campinas - São Paulo - Santo André
Betim - Belo Horizonte - Brasília
Brasília - Goiânia - São José do Rio Preto - Araçatuba
Brasília - Taguatinga - Rio Verde - Campo Grande
Cuiabá - Campo Grande - Araçatuba
Goiânia - Campo Grande
São Paulo - Barretos - Olímpia
São Paulo - Ribeirão Preto
São Paulo - São José do Rio Preto
São Paulo - Uberaba - Uberlândia
 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA