Belmond recebe convidados na ILTM e destaca teatro em Copacabana

|


PANROTAS / Filip Calixto
Felipe Pereira, Roberta Almeida, Jiovana Alves, Carolina Mogames, Laurent Carrasset e Ulisses Barreiros, da Belmond
Felipe Pereira, Roberta Almeida, Jiovana Alves, Carolina Mogames, Laurent Carrasset e Ulisses Barreiros, da Belmond

Parceiros da Belmond foram convidados pela rede hoteleira para um almoço exclusivo na ILTM Latin America 2021. Na suíte presidencial do Tivoli Mofarrej, o evento reuniu consultores de viagens e operadoras, em um ambiente descontraído.

Além da retomada internacional de seus hotéis e trens de luxo, a Belmond destaca a reabertura do teatro do Copacabana Palace após quase 30 anos fechado, o sucesso na procura pelas festas de fim de ano na unidade carioca e do Belmond Cataratas, em Foz do Iguaçu (PR).

PANROTAS / Filip Calixto
Carolina Mogames, da Belmond
Carolina Mogames, da Belmond


Segundo a diretora de Vendas pra a América do Sul da empresa, Carolina Mogames, as vendas em outubro no Brasil para a rede já superam o mesmo mês em 2019. Ela também conta que praticamente todos os fins de semana e feriados estão 100% ocupados nas duas unidades nacionais.

A VOLTA DO TEATRO COPACABANA PALACE

Fechado desde 1994, o teatro do Copacabana Palace voltará à ativa. O espaço foi completamente reformado e retorna com 332 lugares, entre plateia e camarote. Peças de teatro, shows, eventos corporativos e apresentações poderão ser realizados no local. Diretor de Vendas da rede para o Brasil, Felipe Pereira se mostra entusiasmado com a reabertura e diz que vários produtores artísticos já estão em contato pedindo para usar o espaço.

"É um palco consagrado na cena carioca, onde Fernanda Montenegro fez sua primeira apresentação e inúmeras outras. Já passaram por lá artistas consagrados da cena nacional", afirma o executivo.

A peça de estreia será em dezembro, um musical que conta a história do Copacabana Palace. Felipe Pereira diz que o espetáculo não foi encomendado pela rede, mas veio a calhar com esse momento. "Nada faz mais sentido para abrir o novo teatro, pois o hotel dialoga muito com a história do Rio de Janeiro", pondera Pereira.

O executivo reforça a parceria da Belmond com operadoras e agências de viagens, com programa de fidelidade e recompensas no B2B, coisa que não tem no B2C.
 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA