AEROPORTOS

Projeto regional da Tam em 2015 pode incluir Embraer

Netto Moreira
Claudia Sender, presidente da Tam
A presidente da Tam, Cláudia Sender, falou ao Portal PANROTAS sobre o projeto de aviação regional que a companhia aérea lançará em 2015. Segundo ela, haverá um incremento de malha da companhia, atendendo mercados regionais hoje não operados pela empresa. “Abriremos novas bases no próximo ano, mas ainda não batemos o martelo sobre como faremos isso. Se com aeronaves que já estão em nossa frota ou com outros produtos”, revelou Cláudia.

No quesito “outros produtos” a brasileira Embraer está no páreo. “Estamos namorando sim. É uma das possibilidades. Mas ainda não é casamento”.

Cláudia diz que a Tam acredita que há um grande potencial no mercado regional e que torce não por subsídios do governo, medida que a companhia não reivindica, mas sim pela desoneração do setor.

Segundo Cláudia Sender, o Grupo Latam comprará 70 aeronaves nos próximos três anos, incluindo 27 A350 e 31 787. O Brasil continua sendo a base dos Airbus e Lima e Santiago as dos 787. Somente no Brasil o investimento em aeronaves chegará a R$ 12 bilhões, quase o faturamento da Tam em 2013. “Temos a frota mais moderna da América Latina, com seis anos em média”, finalizou.

Leia também: Cláudia Sender fala sobre unificação de Tam e Lan.
 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA