Aéreas triplicam receita com serviços auxiliares; veja

|


De acordo com uma estimativa feita pela empresa Car Trawler, a receita das companhias aéreas com serviços auxiliares esse ano deverá atingir os US$ 67,4 bilhões em todo o mundo, o que representa o triplo do valor de 2010, quando foram registrados US$ 22,6 bilhões.

No início deste ano, a Car Trawler e a Idea Works Company informaram as receitas divulgadas por 67 companhias aéreas para o ano passado, e tomaram essas informações como base para projetar as receitas desse ano, em um cenário mais abrangente e global, que consideraria 178 companhias aéreas.

"A geração de uma receita auxiliar bem-sucedida depende do fato de oferecer aos clientes o produto certo no momento certo, muitas vezes antes mesmo de o terem solicitado. A Amazon tem provado o impacto positivo que a ciência dos dados teve em seus negócios, já que um terço de suas vendas totais são provenientes de seu algoritmo de recomendação. Essa aplicação de dados está alimentando o crescimento contínuo do setor, enquanto ao mesmo tempo aumenta o potencial para gerar fidelização, identificando quando, como, onde e o que oferecer aos clientes que visitam o seu site ou aplicativo", afirmou o diretor comercial da Car Trawler, Aileen O'Mahony.

A receita de serviços opcionais, tais como vendas a bordo de alimentos e bebidas, bagagem despachada, atribuição de assentos premium e benefícios de embarque antecipado, deverá representar US$ 44,9 bilhões do total estimado para esse ano, enquanto a parcela menor, de US$ 22,5 bilhões, deverá ser gerada por atividades não remuneradas, como a venda de milhas de passageiros frequentes a parceiros do programa e comissões sobre a venda de serviços terrestres aos viajantes, como hospedagem e aluguel de carros.
 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA