AEROPORTOS

Consórcio assumirá cinco aeroportos em São Paulo

Divulgação
 O Aeroporto Internacional de Viracopos, em Campinas (SP), também será operado pelo consórcio Voa São Paulo
O Aeroporto Internacional de Viracopos, em Campinas (SP), também será operado pelo consórcio Voa São Paulo

Após vencer a licitação dos aeroportos nas cidades de Campinas, Jundiaí e Bragança Paulista, no interior do Estado de São Paulo, além de Itanhaém e Ubatuba, no litoral, o Consórcio Voa São Paulo foi habilitado pela Agência Reguladora de Serviços Públicos Delegados de Transporte do Estado de São Paulo (Artesp) a administrar e operar os cinco ativos. A decisão foi publicada ontem (29) no Diário Oficial.

Ofertando 101% do valor mínimo inicialmente exigido - o que representa cerca de R$ 24.439.590,00 - o consórcio, que é composto por cinco empresas, deverá ter direito de operações sobre os aeroportos pelos próximos 30 anos. Em contrapartida, o grupo deverá investir pelo menos R$ 93 milhões em melhorias nos aeroportos - como, por exemplo, na sinalização, sistemas de pistas e infraestrutura do espaço.

De acordo com a Artesp, além das atividades portuárias, o consórcio ainda terá direito a explorar a capacidade imobiliária dos aeroportos e também em ofertar serviços - que vão desde restaurantes e lojas, como também hotéis. Sob a exigência de comprovar qualificação em gestão, manutenção e segurança aeroportuária, entre outros requisitos, o início das operações da concessionária deverá ocorrer até junho deste ano.
 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA