AEROPORTOS

Star Alliance comemora 20 anos no lounge de GRU; fotos


Emerson Souza
Ian Gillespie, da Avianca, e Márcia Galvão, ambos da Star Alliance
Ian Gillespie, da Avianca, e Márcia Galvão, ambos da Star Alliance

A mais antiga aliança aérea do mundo está fazendo 20 anos. Em 14 de maio de 1997 surgia, com cinco companhias, a Star Alliance, hoje uma rede de 28 empresas que transporta 680 milhões de passageiros por ano em 191 países e 1,3 mil aeroportos. Seu maior lounge na América Latina, no aeroporto de Guarulhos, foi o salão de festas para o início das comemorações no Brasil. Amanhã o aniversário será celebrado no Rio Galeão, mas o evento principal será no aeroporto de Frankfurt, nos dias 13 e 14, quando a Star Alliance completa oficialmente duas décadas.

"E teremos ótimas novidades a nossos passageiros a partir deste próximo final de semana. Ainda não podemos dar detalhes, para não estragar a surpresa, mas teremos coisas grandes pela frente", garante o presidente do comitê da aliança no Brasil, Ian Gillespie, também diretor da Divisão Internacional da Avianca Brasil. "Nosso foco é sempre o passageiro, o cliente, e a partir disso seguimos buscando a manutenção do alto padrão de serviço, investimento e alcance."


Emerson Souza
Ian Gillespie, da Avianca e Star Alliance, e João Pedro Pita, do GRU Airport
Ian Gillespie, da Avianca e Star Alliance, e João Pedro Pita, do GRU Airport

A entrada da Avianca Brasil à Star Alliance é um dos destaques recentes da rede no País, mas de acordo com Gillespie, há mais a ser comemorado. Seus cálculos apontam que 42% da movimentação de Guarulhos é de responsabilidade das companhias afiliadas.

"Nada mau para o principal hub do continente", pontuou o diretor. "Resistimos à crise da melhor maneira possível. A Lufthansa opera no Brasil com o B747-800, a United renovou sua frota em território brasileiro, a South African Airways vem de bons resultados em seu novo horário de atuação, a Copa voltou com seu quarto voo diário, Air Canadá e Air China voam com o moderno B787 Dreamliner, a Avianca Holdings mais do que duplicou sua oferta no Rio ao selecionar o A330 para voar a Bogotá, a Tap firmou sua segunda frequência diária a Lisboa... A Star Alliance aposta e sabe que o Brasil responde."

A robustez da Star Alliance no País é motivo de agradecimento para o aeroporto de Guarulhos. "Fazem um trabalho exemplar", avalia o head de Negócios Aéreos do GRU Airport, João Pedro Pita. "Assim como eles, somos ousados e sonhadores, portanto só ficaremos satisfeitos quando as 28 companhias estiverem atuando conosco. Considerando o tanto que crescemos desde 1997, quando a aliança foi criada, é um sonho possível, sim. Vamos acreditar."

Lounge para isso tem. O espaço localizado no Terminal 3 é um dos mais elogiados por clientes do mundo inteiro, de acordo com Ian Gillespie.

MAIS BRASILEIROS
Concorrentes diretos podem, sim, fazer parte da mesma aliança. Segundo Gillespie, não há qualquer imposição de que duas companhias compatriotas com porte e malhas similares não possam frequentar o grupo. Nesse caso, a Azul seria a mais provável de fazer parte da Star Alliance, em sua opinião.

"Eles já têm relacionamento mais do que consolidado com dois de nossos valorosos membros, que são United e Tap. Essa regra de que duas concorrentes não podem conviver na aliança não existe."

O diretor relembra a extinta Varig, uma das primeiras aéreas do mundo a ingressar na Star Alliance, como um dos principais momentos do Brasil no grupo. "É uma companhia que até hoje causa saudosismo no brasileiro, pois tinha um serviço exemplar, tanto que entrou um ano depois de nossa fundação, em 1998. Depois disso, a entrada da Tam, hoje Latam, também foi um marco. Tivemos o acréscimo recente da Avianca Brasil, um orgulho imenso para ambos os lados."

COMEMORAÇÕES


Emerson Souza

Até o dia 31, os lounges de Guarulhos e do Galeão servirão lanches, aperitivos, sobremesas e refeições quentes típicas de países-sede das companhias aéreas membros que atuam no Brasi, com histórias sobre a origem dos pratos. As delícias contemplam do strudel de maçã da Alemanha ao sempre convidatiro fondue de chocolate suíço, da açorda alentejana portuguesa às arepas da Colômbia, entre outros.
 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA