Histórico: Recife lidera tráfego aéreo no Nordeste

|

Divulgação/Infraero
Aeroporto Internacional de Recife somou mais de sete milhões de passageiros até novembro
Aeroporto Internacional de Recife somou mais de sete milhões de passageiros até novembro
Pela primeira vez na história, o aeroporto do Recife assumiu a liderança do ranking de movimentação de passageiros no Nordeste. A informação foi divulgada pela Infraero, que apontou Guararapes-Gilberto Freyre como o maior fluxo de viajantes ao longo do ano, superando Salvador, líder até então. Ao todo, foram pouco mais de sete milhões de passageiros até novembro, enquanto o segundo colocado somou 6,9 milhões.

O crescimento da movimentação estadual representou um aumento de 13% em relação ao ano anterior, quando a capital do Pernambuco somou 6,2 milhões. A variação foi bem superior a outros destinos, como, por exemplo, Salvador e Fortaleza, que cresceram 1,7% e 4,3%, respectivamente.

“Pernambuco tem se destacado como nunca antes na captação de voos. As novas rotas têm atraído mais turistas e gerado um impacto econômico significativo. A movimentação de passageiros no principal portão de entrada ratifica os consistentes investimentos do Governo do Estado no turismo”, avaliou o secretário de Turismo, Esportes e Lazer do município, Felipe Carreras.

CONEXÃO AÉREA
A instalação do hub regional da Azul foi substancial para a marca histórica de Recife. A conexão diária a todas as capitais nordestinas, além de outros 45 voos para 22 destinos do Brasil impactaram no trânsito de passageiros, e o setor de pesquisas da Embratur mostra isso. Em 2016 foram cerca de 11,3 mil aviões da aérea pousando no Guararapes, número 41,8% maior em relação ao ano anterior.

Já na aviação geral, a malha aérea de Pernambuco cresceu 139% entre 2014 e 2017, saindo de 21 para 43 destinos. A ampliação no número de voos e locais atendidos contribuiu diretamente para o aumento no número de passageiros chegando diariamente ao aeroporto.
 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA