Dono de terminal do JFK visa comprar outros aeroportos | Aeroportos | PANROTAS
AEROPORTOS

Dono de terminal do JFK visa comprar outros aeroportos

Flickr/Evan P. Cordes
Terminal 4 do JFK já é controlado pelo grupo Schiphol, que acena com possibilidade de adquirir outros
Terminal 4 do JFK já é controlado pelo grupo Schiphol, que acena com possibilidade de adquirir outros
Antes exclusivamente sob cuidados governamentais, os aeroportos norte-americanos estão cada vez mais próximos de se tornarem empreendimentos privados. Após uma reportagem do Washington Post revelar que a administração de Donald Trump pretende privatizar, entre outras coisas, os aeroportos Ronald Reagan e Washington Dulles (ambos na capital), o Royal Schiphol Group, primeiro operador privado de um terminal de aeroportos dos EUA - a empresa é dona do terminal 4 do JFK - já acenou que não deve parar em Nova York, e pretende adquirir outros aeroportos do país.

"Eles acreditam que podem agregar valor aos aeroportos em este país", explicou o CEO da JFK International Air Terminal LLC, Gert-Jan de Graaff, ao site Skift; a empresa faz parte do grupo Schiphol, e controla o terminal do aeroporto da Big Apple.

Embora incomum nos EUA, a ideia de que empresas controlem aeroportos é amplamente aceita em outros lugares do mundo - Guarulhos, Galeão, Brasília e Viracopos são alguns importantes exemplos brasileiros de onde isso acontece.

Enquanto a administração de Trump segue com a ideia de vender os dois aeroportos de Washington DC, o mais provável de acordo com a reportagem é que, ao menos momentaneamente, o movimento de privatização aconteça de forma lenta, com empresas privadas sendo mais aptas a controlar terminais do que aeroportos inteiros.

Com a mudança de posicionamento do governo federal quanto ao assunto, porém, o futuro aeroportuário norte-americano pode tender para o setor privado.


*Fonte: Skift

conteúdo original: http://bit.ly/2BwGw0n
 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA