Tarifa doméstica é a menor em setembro desde 2002

|

PANROTAS / Emerson Souza
O presidente da Infraero, Gustavo Vale (foto: Agência Brasil)
O presidente da Infraero, Gustavo Vale (foto: Agência Brasil)
A tarifa aérea média doméstica, que representa o valor médio pago pelo passageiro pelo serviço aéreo público no Brasil, foi de R$ 285,96 em setembro passado, dado mais recente da Anac. O valor é o menor para o mês de setembro desde 2002. Em relação ao mesmo mês de 2010, houve redução de 1% e na comparação com agosto de 2011, houve aumento de 16,2%.

O yield tarifa aérea média (valor médio que o passageiro paga para voar 1 km em território nacional) foi de R$ 0,3672 em setembro de 2011. Quando comparado com o valor de setembro de 2002, constata-se que o passageiro pagou menos da metade do que pagava há nove anos para voar 1 km. Após uma sequência de 15 meses consecutivos, o yield de setembro de 2011 apresentou alta de 0,5% em relação ao mesmo mês de 2010 e de 16,4% em relação a agosto de 2011.

Os valores apresentados são calculados com base nos dados das tarifas aéreas domésticas comercializadas pelas empresas aéreas, mensalmente registradas na Anac, e são atualizados pelo IPCA até o mês mais recente apresentado no Relatório de Tarifas Aéreas.

Bilhete oferecidos gratuitamente, os decorrentes de programas de fidelização e os vinculados a pacotes turísticos, as tarifas corporativas, de crianças e oferecida aos empregados da companhia não são considerados pela Anac.
 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA