Cristiana Lôbo: “Recuperação da economia depende da política”

|

Na palestra que encerrou as atividades do primeiro dia da 45ª Abav Expo e 48º Encontro Comercial Braztoa, a jornalista Cristiana Lôbo traçou um panorama otimista a respeito da perspectiva econômica do País.

“Desde 2013 nós não tivemos sossego. Um aspecto positivo é que aprendemos muito com essa crise e estamos saindo dela diferentes, mais exigentes. Agora, parece que aquele ambiente em que a gente estava está mudando”, afirmou ela.
Jhonatan Soares
Cristiana Lôbo durante a palestra que encerrou o primeiro dia da 45ª Abav Expo e 48º Encontro Comercial Braztoa
Cristiana Lôbo durante a palestra que encerrou o primeiro dia da 45ª Abav Expo e 48º Encontro Comercial Braztoa
Cristiana ressaltou os aspectos positivos do País, que surgem como um elemento para impulsionar a retomada. “Nós acostumamos a falar mal do Brasil porque as coisas não estavam boas, mas somos o segundo maior potencial de água doce do mundo, temos a maior biodiversidade e isso tem valor”, exemplificou. O primeiro passo, portanto, é “reconhecer que temos um belo País e que a crise é uma passagem e é conjuntural”.

Além disso, a jornalista deu detalhes do que apontou ser um momento de “alinhamento dos astros” – inflação em queda de 3% (com perspectiva de se manter em 4% até 2020), inadimplência em queda, recuperação do crédito e do mercado de trabalho e setor externo favorável.

Com a economia em processo de recuperação, a incerteza aparece no cenário político, segundo Cristiana.

“Acredito que é na questão política que estamos mais atrasados. É muito surpreendente que a gente não saiba nem quem será candidato no ano que vem”, afirmou. É necessário, portanto, que a política entre nos trilhos da mesma forma que a economia está fazendo.

“Só teremos uma renovação se tivermos pessoas novas disputando e, como a política não está atraente, temo que isso demore mais tempo.”
 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA