MSC Musica volta ao litoral brasileiro na temporada 17/18

|

Emerson Souza
Ignacio Hidalgo, diretor Comercial da MSC Cruzeiros
Ignacio Hidalgo, diretor Comercial da MSC Cruzeiros

Após uma temporada sem cruzeiros dedicados somente ao mercado brasileiro, a MSC voltará à costa do País em 17/18 com o MSC Musica. Serão 14 embarques entre dezembro e março – com três minicruzeiros, além de seis saídas com destino a Buenos Aires e cinco pelo Nordeste. O diretor Comercial e de Revenue da armadora, Ignacio Hidalgo, defende que “o público já conhece o navio, ele é muito entrosado com o mercado brasileiro”.

Com vendas “muito avançadas”, Hidalgo diz que a “economia está reagindo”. “Acreditamos que vai ser uma temporada cheia de desafios, a economia não se recuperou ainda, mas para nós ela já está muito melhor. Tão melhor que incrementamos nossa oferta na América do Sul em 43%, passando de 113 mil para 163 mil”, conta ao anunciar, que além do Musica, também virão a América do Sul os MSC Magnifica e Preziosa (com passagem pelo Brasil) e o MSC Poesia (na Argentina).

“O cruzeiro é cada vez mais a melhor opção, sobretudo para a primeira viagem”, afirma Hidalgo. “É uma opção com segurança, facilidade no traslado, possibilidade de visitar sete cidades, conforto de hotel, refeições inclusas, pagamento em reais e ainda parcelado. É um produto muito competitivo.”

Não muito disposto a revelar a performance de vendas da MSC no primeiro trimestre, Hidalgo brincou, dizendo estar “com um sorriso de orelha a orelha” e, por fim, confessando que o aumento foi superior ao incremento de oferta (43%).

MSC Meraviglia
Com a primeira viagem prevista para 4 de junho, a nova embarcação da MSC tem tido boa receptividade do público brasileiro. “Os números atuais do Brasil estão superiores às nossas expectativas, especialmente para o nosso verão”, conta. “Acredito que as vendas dele vão crescer ainda mais conforme seja inaugurado e o público comece a ver o serviço que o Meraviglia oferece”, concluiu.
 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA