Veja 16 locais naturais e de beleza incrível no mundo

|

A natureza é responsável por grande parte dos pontos turísticos visitados no mundo. No entanto, ainda há dezenas de regiões espalhadas pelo planeta que não foram visitados ou que são poucos conhecidos por grande parte da população. Conheça algumas delas e deslumbre-se com o que se pode encontrar ao redor do globo.

Abraham Lake - Canadá
Yu Liu/ Getty Images
Diferentemente do lagos considerados "comuns", o que está em baixo da água congelada do Abraham Lake são bolhas de gás metano. O local é aberto e os visitantes podem andar por cima do gelo, no entanto, é preciso cuidado, já que o metano é um gás altamente inflamável.

Cave of Cristals - México
Flickr.com/julierohloff
Até os anos 2000, ninguém conhecia a “Cueva de los Cristales”. O local foi descoberto por dois irmãos que estavam caçando prata no México e hoje é ponto de encontro de aventureiros de todo o mundo. Cerca de quase nove metros de cristais estão dentro da caverna, com alguns deles datados de mais de 500 mil anos. O local é muito úmido, isso porque a menos de dois quilômetros do solo da caverna está o magma da terra.

Dean’s Blue Hole - Bahamas
Flickr.com/chafonso
Esta espécie de lago é considerado uma mistura entre as mais belas praias do Caribe e os famosos cenotes do México. O local ainda é chamado de o maior “blue hole” do mundo, e atraí milhares de turistas por ano.

Crystal Mill - Estados Unidos
Depois de oito horas de caminhada, os turistas se deparam com Crystal Mill, uma espécie de cidade abandonada no meio de uma floresta norte-americana. Apesar de muitos acharem que o local pode ter um aspecto estranho, o contraste entre as casas e a natureza chama a atenção de todos. Impossível ficar indiferente.

Cataratas do Iguaçu - Brasil e Argentina
Aleksei Sarkisov/Shutterstock
Apesar de serem conhecidas dos brasileiros, difícil não citar as Cataratas do Iguaçu nesta lista. O local conta com um conjunto de 275 quedas d''''água e faz a alegria de milhares de pessoas todos os mês. Consideradas Patrimônio Natural da Humanidade pela Unesco, as cataratas são o segundo local mais visitado do Brasil.

Lençóis Maranhenses - Brasil
Flickr.com/edwinpoon_gz
O Parque Nacional dos Lençóis Maranhenses é uma unidade de conservação da natureza brasileira. Com uma área de 155 mil hectares, o local é coberto de areia e, muitas vezes, por conta da chuva ou outros fatores menos impactantes, lagos se formam entre as dunas do parque.

Cavernas de Marmol - Chile
Wara51/Shutterstock
Estas cavernas na Patagônia chilena são só acessíveis de barco, mas todo e qualquer esforço vale a pena. A água do local, de origem glacial, muda de tom dependendo da época do ano. Na primavera, por exemplo, fica em um tom turquesa, enquanto no verão tem um tom azulado. Ou seja, cada visita é uma nova experiência. Vale a pena!

Floresta das Facas - Madagascar
Dennis Van Der Water/Shutterstock
Apesar do nome um tanto quanto assustador, o local em si não oferece nada que os visitantes devam temer. Centenas de rochas se erguem até 60 metros do chão e se juntam com as árvores do local, criando uma das florestas mais inusitadas do planeta. A escalada é a principal atração do local, mas, pela quantidade de rochas, um pouco de cuidado é mais do que necessário.

Deception Island - Antártida
Yongyut Kumsri/Shutterstock
Na ilha da parte mais gelada do planeta, as opções de diversão são variadas. Desde navegar sob um vulcão ativo - que a última erupção ocorreu em 1992- até assistir os pinguins se divertindo na areia e na praia. Nem precisa de descritivo, não é mesmo?

Red Seabeach - China
Flickr.com/121483302@N02
Para os que pretender sair do país em setembro, a China é uma boa opção de destino. Neste mês acontece a maturação da plantas marítimas da região, e as mesmas perdem a coloração verde e ficam vermelhas. Além da beleza da própria planta, os campos vermelhos atraem mais de 200 espécies de pássaros que migram da Ásia e Austrália.

Mar de Estrelas - Maldivas
Doug Perrine
Uma mar que, à noite, parece refletir a luz das estrelas. Parece impossível, mas o fenômeno acontece no mar das Ilhas Vaadhoo, nas Maldivas. O espetáculo acontece por conta de uma reação química natural que deixa a praia completamente iluminada.

El Nido - Filipinas
Flickr.com/allan_the_colorblind
Conhecida por alguns como a “ilha intocável” das Filipinas, El Nido tem um daqueles arquipélagos com ar de caribe, com águas transparentes, areia branquinha e muita natureza ao redor. No entanto, para chegar até a ilha é necessário viajar por sete horas. Vai encarar?

Lord Howe Island - Austrália
Divulgação/Lord Howe Island Holiday
A razão pela qual poucas pessoas conhecem a Lord Howe Island é o fato de que na ilha não há sinal de celular. A região é um tanto quanto isolada e o motivo é claro: preservação da natureza. Isso porque no local existem tipos de plantas, pássaros e outros animais que só existem lá, não sendo possível encontrar animais parecidos em nenhum outro local do mundo.

Chapel of Saint-Michel d'Aiguilhe - França
Daniel Giffard/Wikipedia Commons
Este local nada mais é do que uma catedral que foi toda construída com pedras no alto de um rochedo. Até mesmo a imagem do local impressiona. Para se ter uma ideia, para chegar ao topo é preciso subir 268 degraus. A igreja foi construída em 969 e até hoje questiona-se como foi possível construí-la em tais condições, em um local de tão difícil acesso.

Caverna de Cristal - Islândia
Flickr.com/_davidphan
Uma caverna que foi construída pela natureza usando apenas gelo. Com várias formas e sempre no tom azulado, essa gruta é um dos locais mais visitados na Islândia. Não se sabe quanto tempo foi necessário para a formação do local, que possui mais de um metro de profundidade.

Picos de Europas - Espanha
Flickr.com/104082864@N04
Local pouco conhecido pelos visitantes, o Picos de Europas é ideal para aqueles que querem esquiar e praticar o snowshoeing em um local fora da rota, mas tão bom quanto. No verão, a área rochosa é ideal para os que desejam ver de perto a vida selvagem espanhola.


*Fonte: Thrillist

 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA