ENTRETENIMENTO

Explore a Islândia, principal destino emergente em alta

Getty Images
Aurora Boreal, vista da Islândia
Aurora Boreal, vista da Islândia
Após análise de seu banco de dados, o Skyscanner definiu capital da Islândia, Reykjavik, como principal destino emergente para o ano de 2017. Segundo o site, nos últimos três anos a procura por passagens para a capital islandesa aumentou cerca de 81%. O boom turístico no país gelado, porém, não é uma surpresa se você considerar todas as belezas naturais da ilha, conhecida como a terra do fogo e do gelo devido aos vulcões e geleiras encontrados no lugar, além da incrível aurora boreal, que pode ser vista no inverno do país.

Apenas no último ano, o aeroporto de Reykjavik foi responsável por cerca de 7,7 milhões de viagens, entre chegadas e decolagens, um crescimento de 40% em relação a 2015; para efeito de comparação, a população da cidade gira em torno dos 330 mil.

Porém, além do turismo na ilha, outro grande responsável pelo aumento da movimentação no Aeroporto Internacional de Keflavík foi o crescimento do número de voos usando a ilha como escala para viagens, principalmente de companhias de baixo custo que circulam tanto na Europa quanto na América do Norte: o número de rotas usando a Islândia como parada foi 31% maior em outubro do ano passado, se comparado com o mesmo mês de 2015.
Andreas Tille
Reykjavik, capital da Islândia. Fonte: http://bit.ly/2iFINy3
Reykjavik, capital da Islândia. Fonte: http://bit.ly/2iFINy3

O número de companhias aéreas com serviços regulares em Reykjavik também aumentou, de 23 em 2015 para 32 no ano passado, e o número de assentos disponíveis cresceu 2,2 milhões em 2016. As duas companhias aéreas do país foram as maiores responsáveis pelo crescimento, com mais de 800 mil assentos novos cada: enquanto a Icelandair focou o aumento em rotas já existentes, a WOW Air adicionou a maioria dos novos lugares para rotas na América do Norte, como São Francisco, Boston, Washington, Montreal e Toronto.

O resultado desse crescimento, embora benéfico para o Turismo na Islândia, seja para suas companhias aéreas, rede hoteleira ou agências de viagens, também traz um bom desafio: acomodar tamanho número de viajantes no país.


*Fonte: OAG

conteúdo original: http://bit.ly/2k7huNA
 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA