ENTRETENIMENTO

Com voo direto, região argentina quer mais brasileiros

Netto Moreira
Secretário de Turismo de Chubut, Carlos Zonza Nigro, ao lado do governador da província argentina, Martin Buzzi
Representantes do governo e do turismo da província de Chubut, na região da Patagônia argentina, estão em São Paulo nesta semana para participar de uma série de encontros com operadores da capital paulista. Na pauta das reuniões está o novo voo da Aerolíneas Argentinas ligando o Aeroporto de Guarulhos (SP) à cidade de Trelew. “Esta é uma oportunidade de diversificarmos o perfil do turista que visita a região. Hoje, os europeus são maioria entre os visitantes e queremos incrementar a vinda de latino- americanos”, disse o governador de Chubut, Martin Buzzi.

A nova operação será realizada com uma frequência semanal entre os dias 19 de outubro e 13 de dezembro. Os voos diretos terão saída de São Paulo sempre aos domingos, às 3h15, e retornam de Trelew aos sábados, às 21h35. Segundo o secretário de Turismo da província, Carlos Zonza Nigro, o objetivo é que este voo se encaixe na proposta de criar um pacote de sete dias e seis noites para o mercado brasileiro. Porém, ele faz um alerta: “Não se trata de um voo charter, haverá também vendas de passagens avulsas, portanto não é necessário realizar a compra de um pacote para estar neste voo”.

Entre as operadoras já visitadas estão Agaxtur, Flot e Ambiental, que se encontraram ontem com a comitiva argentina. Hoje (29), os representantes devem se reunir com outras 15 empresas. A aposta dos argentinos é atrair brasileiros interessados em um destino de natureza e aventura, com atividades como avistagem de baleias, mergulho com lobos marinhos e contato com pinguins, além de museus dedicados a paleontologia e cassinos. O presidente da Braztoa, Marco Ferraz, afirmou que esta pode ser uma boa oportunidade de adicionar um novo produto ao mercado brasileiro. “Vamos estudar a possibilidade com as operadoras que participam do pool para a Argentina e não descartamos a ideia de realizar alguns bloqueios neste novo voo”, indicou.

Para capacitar agentes de viagens, a comitiva de Chubut planeja a realização de workshops e capacitações, visando principalmente o mercado paulista. A ideia dos representantes é iniciar estas ações em meados de agosto. A expectativa é que os voos saiam cheios do País e assim incrementem a participação brasileira entre os turistas que visitam a região. Atualmente, Chubut recebe cerca de 350 mil visitantes e o Brasil é apenas o oitavo maior mercado emissor. Espanha, Itália, Alemanha e França lideram as emissões de turistas para a região.
 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA