Fabíola Bemfeito   |   05/11/2013 14:45

Consultor de decoração dá dicas para fugir do óbvio no Natal

Ará Candio, diretor de projeto da VIU (Visual identidade Única), empresa de Visual Merchandising, divide ideias para uma decoração de Natal menos comum. E garante que neste fim de ano é possível “perceber uma procura por criatividade em termos de tecnologia, iluminação, materias e texturas

Ará Candio, diretor de projeto da VIU (Visual identidade Única), empresa de Visual Merchandising, divide ideias para uma decoração de Natal menos comum. O especialista garante que neste fim de ano é possível “perceber uma procura por criatividade em termos de tecnologia, iluminação, materiais e texturas. Neste contexto, podemos esperar muita transparência em termos de materiais, como o acrílico, como por exemplo”. Segundo ele, é grande o desafio de inovar quando há uma simbologia tão clássica como a do Papai Noel e do Natal em geral.

Na opinião de Candio, estampas e cores também dão novas roupagens nos acabamentos. Cores mais inusitadas (e em relação à moda, inclusive), como o azul turquesa, podem ganhar mais presença. Muito gigantismo também é de ser esperado, como sempre. Bonecos em feltro, de pelúcia, mas com tamanhos imensos para serem utilizados em espaços dos shoppings e avenidas como a Paulista. Vitrines e decorações animatrônicas também ganharam grande destaque nos últimos Natais e continuam sendo utilizados neste ano. Já que nosso Natal acontece no verão, o uso de materiais mais tropicais como flores e frutas também continuam em alta.

A sustentabilidade é outro fator que continua marcante, com a utilização de materiais recicláveis ecologicamente corretos, além de LED, com foco no baixo consumo de energia. O bom humor, quando bem aplicado, é sempre bem-vindo na opinião de Candio. “Personifique o Papai Noel nos tempos de hoje, colocando-o em situações mais modernas, como surfando, usando calça jeans ou até fazendo uma sessão de terapia.”

Uma grande tendência que, conta o consultor, vem sendo forte em cidades como Nova York, Tóquio e Paris, é o tamanho das ambientações e árvores de natal. Ano passado, em NY, havia uma árvore de 26 metros de altura e que sobreviveu até ao Furacão Sandy. Já em Tóquio, uma árvore de 634m, construída em metal, vidro e aço, proporcionava uma visão panorâmica da cidade de seu topo. A árvore era quatro vezes maior que o Edifício Itália em São Paulo.

A maior feira de Natal do mundo, a Christmasworld, que acontece em Frankfurt todo começo de ano, ditou quatro tendências de decoração natalina para este ano e que remetem a atmosferas, seguindo as palavras do Blog Design Innova:

1 - Selva Preciosa (Precious Jungle): Combina o elegante e o caro, com as cores reais da selva. Pedras preciosas e pássaros do paraíso se destacam com flores em uma paleta de verdes e azuis profundos. O dourado adiciona o calor adicional.
Materiais são dominados por forte ornamentação. Tecidos como veludo, seda e bordados, decorativamente adornados. A gama de produtos é adequadamente variada: enfeites de vidro, penas, plantas, bugigangas pesadas de Natal decoradas com dourado, ricamente ornamentado com folhas e florais.

2 - Floresta Fantasia (Fantasy Forest): Este estilo é a brincadeira romântica em quebra ao molde clássico. Ela coloca tradicionais motivos de conto de fadas e os vermelhos e verdes de Natal em um contexto moderno e jovem. É apresentada de forma completa em vermelho intenso contrastando com os animais e figuras florestais imersos no verde. Materiais naturais, como pinhas ou bolotas em prata, um efeito etéreo abstrato. Tons mais claros dão aos produtos um olhar elegante, discreto: vidro decorado e porcelana suave dão um toque feminino. Tecidos de lã e feltros aparecem com rendas coloridas e fitas.
Este tratamento bem-humorado com a tradição e artigos festivos familiares oferece uma nova perspectiva sobre os motivos românticos e constitui o que há de especial sobre esta tendência imaginativa.

3 - Deserto Brilhante (Glowing Desert): expressivo e elegante reflete o poder e a beleza do contraste. Os amplos espaços abertos do deserto com sua terra ressecada, rachada pelo calor do sol, são contrastados com a combinação de tons quentes, naturais, como o ocre e areia, com roxo e um coral intenso. Um conjunto de cores metálicas brilhantes e cintilantes, no cenário deserto grosseiro, é uma reminiscência de uma miragem. Neste aspecto, poderemos esperar produtos naturais e rústicos: madeira seca, utensílios de pedra e cerâmica combinam com fitas de seda natural ou de linho para dar um efeito rural e velas brilhantes vão criar contrastes vibrantes e emocionantes.

4 - Costa Graciosa (Gracious Coast): Este é um estilo sentimental e purista desenvolvido com uma feminilidade delicada. Tons pastéis modernos contrastam com o preto, carvão e cru.

Minimalista e com formas esculturais que remetem aos anos 50, as estruturas são fluidas e limpas, e as superfícies são finamente trabalhadas.
Características tradicionais são colocadas em um contexto moderno e forçam um confronto consciente. Assim, por exemplo, cenas históricas sobre gravuras de cobre a partir dos séculos 17 e 18, encontram-se ao lado de padrões modernos, fotograficamente precisos.

Há uma grande variedade na linha de produtos: tecidos finos e com estruturas delicadas, bordados para criar um toque feminino. Há modulações suaves de vidro colorido transparente e delicado. Ornamentos de alta qualidade com esmalte e efeitos madrepérola trazem graça e leveza. A combinação simultânea de decoração lúdica e simplicidade reducionista é o que empresta à esta tendência, o seu caráter especial.

Tópicos relacionados