DISTRIBUIÇÃO

Em workshop, Marriott destaca inaugurações e "bom 2015"

Netto Moreira
Laura Santoni e Bruna Duarte, da Marriott International
O Rio de Janeiro receberá quatro hotéis da Marriott nos próximos meses, um Courtyard, um Residence Inn, e duas unidades AC, e a rede internacional aproveitou seu Global Sales Mission, na tarde desta segunda, em São Paulo, para reforçar essas inaugurações a cerca de 200 clientes esperados para o evento. Além das aberturas na cidade-sede dos Jogos Olímpicos 2016, a Marriott International promoveu, por meio de sua VP de Vendas Globais para Caribe e América Latina, Laura Santoni, e diretora de Vendas Internacionais para o Brasil, Bruna Duarte, a ferramenta Meetings Imagined, lançada no ano passado aos players do Mice. As executivas também comemoram o “desempenho surpreendente” tido pela Marriott no Brasil em 2015.

Segundo Laura, o Brasil cresceu 2% em emissão de hóspedes para unidades da rede no Exterior em comparação com 2014, o que em tempos de crise foi um resultado surpreendente. Ela atribui o bom resultado à força do mercado brasileiro e à redução das tarifas por parte das companhias aéreas. Em contrapartida, o crescimento de grupos e o Mice não foi tão satisfatório. “Não esperávamos tanto crescimento, pois em ano de crise a estabilidade já é um bom sinal, mas esses 2% de brasileiros viajando para nossos hotéis lá fora são muito positivos”, afirmou, “Por outro lado, o que nos ajudou nessa ascensão foram as vendas individuais, pois os grupos foram menores e menos volumosos e as viagens de incentivo também caíram.”

Para 2016, o status da Marriott é “cautelosamente otimista”, de acordo com Laura. “No ano passado nós mantivemos tarifas similares às de 2014, mas agregamos muitos benefícios à estada do hóspede, como por exemplo café da manhã grátis. Essa foi uma de nossas estratégias para lidar com a crise, e 2016 começamos da mesma maneira, tentando atrair o hóspede com serviços e benefícios”, explica. “Estamos temendo que, como em 2014, o brasileiro queira permanecer no Brasil durante a Olimpíada. Portanto, estamos otimistas com a melhora da economia e recuperação do real, mas cautelosos com um ano imprevisível.”

Cerca de 40 expositores da rede Marriott International e parceiros fazem parte do roadshow, que ainda vai para o Rio de Janeiro, com um coquetel no dia 9 de março, e Belo Horizonte, com um jantar com os clientes no próximo dia 10. O Brasil é o segundo país com mais unidades Marriott na América Latina, atrás apenas do México. São seis unidades no País: Renaissance São Paulo Hotel, JW Marriott Hotel Rio de Janeiro, Courtyard by Marriott Recife, São Paulo Airport Marriott, em Guarulhos (SP), Marriott Executive Apartments São Paulo e o Hotel & Spa do Vinho, em Bento Gonçalves (RS).

COURTYARD, RESIDENCE INN E AC
Segundo Bruna Duarte, os dois AC by Marriott, o Courtyard e o Residence Inn estarão prontos em tempo para os Jogos Rio 2016. Serão quase mil novos quartos prontos até julho. “Todas nossas unidades no Rio estão 100% reservadas para o período do evento”, afirma.

MEETINGS IMAGINED
A Marriott reforça, durante essa passagem pelo Brasil, o lançamento da Meetings Imagined, plataforma web ou aplicativo que oferece um conjunto de ferramentas para auxiliar os organizadores de eventos a projetar e gerir uma experiência de reunião. “Não importa o orçamento, o tamanho ou a localização do evento planejado, apresentamos de tudo lá”, garante Bruna.
 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA