Com Fera Palace (BA) a todo vapor, marca já pensa em SP

|

Divulgação/ Fera Hotéis
Após um período em soft opening, o Fera Palace Hotel já opera com sua capacidade completa em Salvador, oficializando a chegada da Fera Hotéis ao mercado com Antonio Massafera à frente do projeto. O executivo, que trabalhou por 12 anos no Maybourne Hotel Group, em Londres, agora comanda a marca que quer mesclar o luxo com descontração em um ambiente informal, e já pensa na próxima inauguração.

"É sempre um desafio abrir um novo hotel. O nosso foi ainda maior pois requereu abrir um novo hotel de uma nova rede em uma cidade com cultura bem distinta como Salvador", explicou Massafera. Segundo ele, a opção pela capital baiana se deu por uma oportunidade de negócio que visa a restruturação do Centro Histórico da cidade. "Apostei que era o momento ideal de se investir e também para contribuir para a revitalização desta área", disse.

O Fera Palace foi instalado em um edifício com quase 100 anos de idade, com fachada tombada, e passou por um processo meticuloso para ser reformado. Todo o processo durou cerca de cinco anos e foi coordenado pelo arquiteto dinamarquês Adam Kudahl, visando a modernidade oferecida pela hotelaria atual, mas mantendo o estilo histórico do prédio. Além do Palace, a marca adquiriu imóveis próximos para restaurá-los e, mais tarde, vendê-los de modo a contribuir com a modernização do centro.

PRÓXIMA PARADA: SÃO PAULO
Já confirmado, o Fera Baixo Augusta, na capital paulista, será o segundo empreendimento da marca. De acordo com Massafera, o novo hotel ainda passa por um momento de aquisição de licenças para o projeto de reforma completa dos edifícios que o sediarão.

"Compramos um edifício moderno e o projeto retrofit segue a linha urbano-industrial. O hotel refletirá toda a criatividade, vibração e jovialidade do Baixo Augusta", explicou Massafera.

A Fera revela ter investido mais de R$ 100 milhões nos dois primeiros hotéis, em Salvador e São Paulo, mas não deve parar por aí, principalmente pelo modelo de negócio da marca. "Estamos abertos a novas oportunidades. As duas unidades adquiridas até o momento foram com sócios que entendem desses locais e estamos abertos a sócios em outras capitais do Brasil e do exterior", concluiu o executivo.
 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA