Destroço do voo MH370 é encontrado em Moçambique

|

O gerente de um hotel no sul de Moçambique afirma ter encontrado um destroço que as autoridades creem ser do voo MH370, da Malaysia Airlines. Nos últimos doze meses, outros fragmentos já foram encontrados pela região.

Reprodução / Jean Viljoen
De acordo com Jean Viljoen, que encontrou o objeto em uma praia, trata-se de “uma peça triangular", vermelho e branco de um lado, e do outro tem adesivos com nomes escritos com dois lados, tinha cerca de 1,2 metro. Ele ainda afirmou que "parece que a peça passou bastante tempo no oceano".

A peça foi encontrada em uma praia próxima a Morrumbene, no sudeste de Moçambique, a 280 quilômetros ao norte de Xai Xai, onde foram achados outros destroços de um avião em dezembro de 2015. Em março, mais um pedaço foi achado, a 220 quilômetros mais ao norte.

O Boeing 777 desapareceu em 8 de março de 2014, ainda por motivos desconhecidos, quando se dirigia de Kuala Lumpur a Pequim com 239 pessoas a bordo, em sua maioria cidadãos chineses. Até o momento, a única prova de sua queda é um fragmento de asa encontrado em julho deste ano na ilha francesa de Reunião, no oceano Índico, pertencente, segundo as autoridades malaias e a justiça francesa, ao avião desaparecido.

As autoridades australianas, que comandam as buscas pela aeronave, defendem a possibilidade que os pedaços encontrados em Moçambique, África do Sul e Ilhas Maurício procederiam realmente do MH370.
 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA