Furacão Maria avança pelo Caribe; veja atualizações

|

Divulgação/ National Hurricane Center
Após a passagem do devastador Irma, agora é a vez do furacão Maria gerar preocupações ao Caribe. Sob categoria quatro, a segunda mais alta da escala Saffir-Simpson, que chega até cinco, o fenômeno já passou por Porto Rico, República Dominicana e Dominica. O furacão agora avança em direção às Ilhas Turcas e Caicos.

Com pelo menos 32 mortos confirmados, além de muitas localidades isoladas, o Caribbean Hotel and Tourist Association divulga atualizações sobre a situação dos principais empreendimentos e serviços turísticos da região.

DOMINICA
Contabilizando 15 mortes e 20 desaparecidos, a ilha teve um número considerável de edifício públicos e privados danificados pela passagem do furacão. Segundo o ministro do Turismo, Robert Tonge, a capital Roseau ainda passou por graves inundações. Até o momento, um hospital tem auxiliado no socorro e abrigo de moradores.

Divulgação / Parlamento da Dominica

Apenas um dos dois aeroportos do país está operando, porém espera-se que até o início da próxima semana as atividades sejam retomadas.

ILHAS TURCAS E CAICOS
Com o furacão a caminho, todas as viagens com saída e destinos às ilhas foram suspensas ontem (21), bem como as linhas de comunicação. De acordo com as autoridades locais, por conta dos danos causado pelo furacão Irma, instituições de caridade e ajuda humanitária estão tendo dificuldades de chegar a áreas mais afetadas pela tempestade — incluindo o Sul de Caicos, onde algumas áreas estão quase que totalmente destruídas.

Os supermercados locais estão oferecendo refeições gratuitas para moradores e visitantes da ilha. Voluntários seguem no auxílio de limpeza e, até o momento, os quatro aeroportos da ilha seguem em operação.

PORTO RICO
O Aeroporto Internacional Luis Muñoz Marin opera hoje apenas cinco voos comerciais da American Airlines. Enquanto isso, Delta e Jetblue ainda estão considerando se retomarão de maneira limitada seus serviços amanhã (23).

Já o Wyndham Grand Rio Mar Puerto Rico, um dos principais resorts da região, destacou em nota que, apesar dos danos na estrutura do empreendimento, não houve registro que algum de seus hóspedes tenha ficado ferido. Apesar disso, a administração do resort destaca que segue focada no auxílio e segurança de seus hóspedes e funcionários. Por conta do fenômeno natural, as políticas de cancelamento e reagendamento estará mais flexiva durante os próximos dias.



Na última quinta-feira (21), o presidente estadunidense, Donald Trump, assegurou que fará uma visita a ilha, que é parte do território dos Estados Unidos. Segundo ele, “estamos começando agora o processo [econômica] e vamos trabalhar com o governador e o povo de Porto Rico”.

REPÚBLICA DOMINICANA
O presidente da Associação Nacional de Hotéis e Restaurantes da República Dominicana (Asonahores), Joel Santos, afirma que apesar dos danos externos que muitos empreendimentos tenham sofrido, o furacão Maria não causou nenhum dano à infraestrutura turística da ilha.

Em nota, o Hard Rock Hotel, em Punta Cana, destaca que sofreu pequenos danos estéticos e paisagísticos na passagem do furacão Maria. “Neste momento, o hotel está ativando instalações dentro do Lobby Principal e alguns restaurantes, já que outras áreas da propriedade estão sendo limpas e configuradas.”

Enquanto avança em direção de outras ilhas, o furacão permanece causando fortes chuvas na ilha — o que, de acordo com a previsão meteorológica local, deverá permanecer até amanhã (23).


*Fonte: Forbes, The Guardian, The Times, Reuters, G1 e Folha de S.Paulo

conteúdo original: http://bit.ly/2xp7Jhy
 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA