Transhotel pede proteção aos credores na Espanha

|

NOTÍCIA DO PRESSTUR

O grupo Transhotel, que é um dos fornecedores de hotelaria mais relevantes para as agências de viagens, pediu a “pré-proteção de credores”, segundo informações na imprensa espanhola, com comentários de que a decisão decorre do fracassos das tentativas de venda, primeiro, ao Springwater Capital e, seguidamente, ao grupo Hotusa.

As notícias dizem que a direção da Transhotel tem até quatro meses para negociar créditos e dívidas e alguns meios dizem que a dívida a hoteleiros aumentará para cerca de 30 milhões de euros, subindo para cerca de 50 milhões com a inclusão de dívidas à banca.

O site Preferente.com destaca em sua manchete de hoje: "Quebra da Transhotel: milhares de agências e hotéis afetados". Mais uma vez o custo do prejuízo pode acabar na mão das agências de viagens e dos milhares de hotéis que tiveram pagamento suspenso. A Transhotel é um dos maiores brokers hoteleiros do mundo.

A PANROTAS enviou e-mail para a direção da Transhotel no Brasil mas ainda não recebeu uma resposta sobre a situação no País.
 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA