Número de viajantes corporativos cresce 9,8% no Brasil

|

O Estudo Demanda Internacional no Brasil, encomendado pelo Ministério do Turismo e pela Embratur à Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (Fipe), aponta que dos 5,4 milhões de estrangeiros que desembarcaram no Brasil no último ano, 1,4 milhão vieram em viagens comerciais. Os dados representam um crescimento de 9,8%. O lazer, no entanto, continua a representar a principal motivação do visitante internacional, com 46,1%.

São Paulo figura no topo geral das cidades que mais receberam estrangeiros, com 26,5% do total, seguida do Rio de Janeiro (24,9%) e de Foz do Iguaçu (11,4%). Quando o motivo da viagem é lazer, no entanto, os cariocas ultrapassam os paulistas: a capital fluminense responde por 26,7% de todos os 2,5 milhões de visitantes estrangeiros.

América do Sul (48,4%) e Europa (29,8%) juntos são responsáveis por quase 80% dos visitantes que desembarcam no País. A Argentina figura no topo de países emissores, com 1,5 milhão de turistas, seguida dos Estados Unidos, com 595 mil. “Queremos atrair novos mercados como a Rússia e China. A inovação na promoção dos destinos e atrativos é fundamental para atingirmos nossos objetivos”, afirmou o ministro do Turismo, Gastão Vieira.

De acordo com a pesquisa, a internet é a principal fonte de informações sobre o turismo para 32,6% dos viajantes. Os serviços brasileiros são, em geral, bem avaliados pelos turistas estrangeiros. O povo continua a figurar no topo de atrativos. Os itens melhor avaliados são a hospitalidade, que receberam avaliação positiva de 97,6% dos entrevistados, e a gastronomia (95%).

A pesquisa foi realizada com uma amostra de 39 mil turistas, que foram ouvidos em 16 aeroportos internacionais e 11 portais terrestres. Os questionários foram aplicados nos períodos de alta, baixa e média estações.
 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA